Luta pela vida

OPINIÃO - Maria Nilda Camargo de Barros Barreto

Data 14/05/2020
Horário 04:33

A cada amanhecer, seguem ao seu destino, profissionais que escolheram o compromisso com a vida como missão pessoal. Enfermeiros. É a força de trabalho, junto com a equipe de enfermagem, que está presente nas diferentes etapas da vida, do nascimento aos momentos mais frágeis e dolorosos.

Nesse momento de crise sanitária que estamos vivendo, como uma guerra, os enfermeiros emergem da sua invisibilidade social para transformarem-se em protagonista de uma luta contra o também invisível e temeroso vírus.

A história atual parece trazer à tona o DNA da enfermagem, que tem como inspiração Florence Nightingale, heroína da Guerra da Criméia, que com coragem, determinação e ciência ajudou a salvar vidas defendendo ações simples e fundamentais como a higienização das mãos! Por coincidência, estamos comemorando os 200 anos de seu nascimento e celebrando o Ano Internacional de Enfermagem.

Nessa jornada de vida dos enfermeiros, o que os “alimenta” é o reconhecimento e gratidão que recebem da população

Como Florence ensina, grande parte dos enfermeiros nessa pandemia está lutando pela vida de pessoas que não conhecem, mas que foram assumidas pelo compromisso de acolher, identificar suas necessidades e unir o que o conhecimento e o sentimento humanitário podem trazer para quem precisa de cuidado.

Diante da difícil tarefa que atualmente desafia os enfermeiros, é importante que possamos reforçar a premissa que seguimos, que “enfermagem é a ciência e a arte de cuidar”, onde de forma permanente e contínua, nas 24 horas do dia, com competência técnica e trabalho coletivo, buscam encontrar soluções e trazer segurança aos pacientes sob seus cuidados.

Nessa jornada de vida dos enfermeiros, o que os “alimenta” é o reconhecimento e gratidão que recebem da população, como motivação para continuarem seu trabalho e busca pela valorização profissional.

Para uma sociedade mais justa e igualitária, o profissional enfermeiro estará sempre defendendo os mais vulneráveis, e também ao lado daqueles que esperam palavras de conforto e esperança para atravessarem momentos difíceis da vida.

 

 

 

 

 

Veja também