Menos um dia...

EDITORIAL - DA REDAÇÃO

Data 12/05/2020
Horário 04:39

Difícil fugir do tema que o mundo vive. Difícil, nas conversas com amigos e familiares, não falar sobre o assunto ao menos uma vez ao dia, nem que seja pelos aplicativos de troca de mensagens. Difícil entrar nas redes sociais e não se deparar com mais casos, mais e novas informações sobre ela. Difícil não citar seu nome: coronavírus...Covid-19.

Palavras que até então soavam estranhas no vocabulário, passam a pertencer a nossa vida sem nos pedir licença. Adereços passam a fazer parte de nossa rotina, sem mesmo a gente ter vontade. Máscaras, luvas, álcool em gel já estão nas bolsas e gavetas. Prontos para serem usados. De repente, a rotina foi alterada, a escola virou a escrivaninha do quarto, o trabalho o computador da sala. A prevenção, a higiene e o abraço algo perigoso e até contagioso.

Tempos estranhos capazes de remontar as pessoas com sensações que jamais as pessoas tiveram. Uma angústia implantada. Um medo do desconhecido. A incerteza do amanhã. Festas canceladas, eventos adiados, o encontro com os amigos, agora, só virtualmente. Um Dia das Mães diferente.

Porém, mesmo com tudo isso, com um cenário até desfavorável, é preciso confiar. Talvez, seja a única forma de seguir em frente: a esperança e até a certeza de que dias melhores virão e estão cada dia mais próximos. É um mantra que persegue e que apazigua: menos um dia. Menos um dia longe de quem se ama. Menos um dia que não pode abraçar quem se quer. Menos um dia que não é possível estar no escritório físico do seu trabalho. Menos um dia.

Se foi possível até aqui, é possível seguir em frente. Que Deus abençoe os cientistas, médicos, pesquisadores, e todos que estão à frente em busca de uma solução para esta realidade que se vive. Que este medicamento chegue o mais breve possível para poder salvar vidas, reconstruir famílias e devolver o sorriso aliviado para todas as pessoas. Menos um dia! #vaipassar.

Veja também