Prudentino é multado em R$ 3 mil por manter aves em cativeiro

Na residência do indivíduo, localizada no Jardim Humberto Salvador, foram encontradas seis aves dentro de gaiolas

PRUDENTE - ROBERTO KAWASAKI

Data 27/02/2020
Horário 14:54
Polícia Militar Ambiental - Após apreensão, aves foram soltas em seu habitat natural Foto: Polícia Militar Ambiental - Após apreensão, aves foram soltas em seu habitat natural

Na manhã de hoje, a Polícia Militar Ambiental aplicou multa de R$ 3 mil a um morador do Jardim Humberto Salvador, em Presidente Prudente. De acordo com a polícia, na residência do indivíduo havia diversos pássaros em cativeiro.

A informação chegou por meio de denúncia. No imóvel, localizado na Rua Magda Fonógrafo Miele, os policiais foram recebidos pelo indivíduo que foi cientificado sobre a acusação. Na sequência, ele levou os militares no local onde acondicionava os pássaros.

De acordo com a polícia, foram encontradas seis aves da fauna silvestre dentro de gaiolas (espécie coleirinho-papa-capim). Segundo o proprietário, os pássaros foram capturados no local.

Ele não apresentou autorização do órgão competente para manter os mesmos em cativeiro.

Diante disso, foi elaborado auto de infração ambiental no valor de R$ 3 mil “por ter em cativeiro espécimes da fauna silvestre”.

As aves foram apreendidas e por serem recém-capturadas e estarem “em estado bravio” foram soltas em seu habitat natural. Já as gaiolas foram destruídas.

Publicidade
eixosp

Veja também