Quem Manda sou EE.UU

O Espadachim, um cronista a favor da sardinha e da Sardenha

OPINIÃO - Sandro Villar

Data 01/05/2020
Horário 05:29

Antes de mais nada, agradeço ao cronista autodenominado O Espadachim e também à direção de O Imparcial pelo espaço que me concederam para divulgação do meu, por assim dizer, manifesto à colônia, quer dizer, Brazil ou, desculpem-me, Brasil. Quero deixar claro como água cristalina, se é que tal líquido precioso ainda existe, que quem manda sou EE.UU.

Isso mesmo: quem manda sou EE.UU e ai de quem se meter a besta comigo. Entra bem, enfim, entra pelo cano, como vocês dizem aí no Brazil, digo, Brasil. Exemplos não faltam: Getúlio, Jango, Dilma e outros tentaram em vão prejudicar nossos interesses e foram apeados do poder. Será que eles não sabiam que uma nação, como a nossa, não tem amigos e, sim, interesses e negócios?

Não faz muito tempo, EE.UU acionei o nosso serviço secreto e defenestramos do poder aquele indiozinho boliviano, um tal de Evo Morales. Aliás, isso é lá nome de homem? Falarei com Pence, meu amado vice, para encontrar uma Eva pro Evo. Só assim ele se acalma e para de nos atanazar com seu nacionalismo brega e cafona. Destaque-se a audácia do indiozinho: queria ser presidente pela quarta vez, mas cortamos suas asinhas e arrancamos seu cocar.

EE.UU também estou de olho no Nicolás, contra o qual não medirei esforços para que caia de Maduro. Ou antes que amadureça. O diabo é que ele tem o apoio da Rússia - e o Vladimir pode ficar Putin da vida - e da Red China, quer dizer, China.

Mas, com a ajuda do Guaidó, o nosso fantoche, e do Brasil, acredito que tal apoio não será empecilho pra gente invadir a Venezuela e controlar as ricas e vastas jazidas de petróleo e de gás. Não abrimos mão disso. Nem o pé.

Oh, God, como sonho com isso! Se a Venezuela não tivesse essas riquezas, EE.UU não estaria nem aí com esse país governado por bolivarianos. Seria solenemente ignorado por nós.

EE.UU também estou de olho gordo no Alberto Fernández. Sei que apito toca esse argentino, amigo do Lula e da Dilma, que por um descuido nosso ficaram - Lula e Dilma - 14 anos no poder. Se Fernández não dançar conforme o nosso fox trot, teremos o último tango em Buenos Aires.

E o Mito Messias, nosso representante no Brasil? Por enquanto, nós o temos em alta conta. Até agora, não causou problemas. Nem ele nem seus filhos 01, 02 e 03. Será que os três querem chegar a 007? Mito Messias, que parece nervoso, falou "um negócio" que não gostei.

Avisou, poderoso, que quem manda é ele. Pausa para rir. Podem rir de orelha a orelha. Repito: quem manda sou EE.UU e quem não gostar que vá reclamar com o Seu Chico, também conhecido como papa Francisco. Ou recorram ao doutor Tedros, esse comunista africano da OMS. No mais, mais uma vez agradeço ao cronista e ao O Imparcial pelo espaço a mim concedido. Ah, sim: EE.UU sou o tal e nunca li o Tao.

DROPS

Em casa de ferreiro o espeto é de ferro mesmo.

Mito Messias não engoliu a decisão de ministro do STF que barrou nomeação de Ramagem para a Polícia Federal. Vai ver precisa abrir melhor a boca.

A propósito: engolir sapos faz parte da democracia. É melhor Jair se acostumando, Bolsonaro!

Estamos na mesma canoa. Será? Chamem o canoeiro.

Veja também