Unoeste colabora em mais uma ação contra influenza

Em Prudente, campanha de vacinação prossegue nos postos de atendimento e nas casas de idosos acamados ou impossibilitados de ir às unidades de saúde

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 03/04/2020
Horário 09:37
Cedida - Idosos em situação especial recebem a dose da vacina em casa Foto: Cedida - Idosos em situação especial recebem a dose da vacina em casa

A VEM (Vigilância Epidemiológica Municipal) prossegue com a 22ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza e em mais uma ação conta com a parceria do curso de Enfermagem da Unoeste  (Universidade do Oeste Paulista). Nesta semana, docentes da graduação se unem novamente à equipe do órgão público para aplicar a vacina em idosos, usuários do serviço de saúde do município, que são acamados ou que por limitações físicas não podem ir às unidades de saúde. As visitas domiciliares ocorrem no período da manhã e a previsão é atender cerca de 250 pessoas.

A enfermeira da VEM, Marília Wittica Pinheiro Giolo, enaltece o suporte que o órgão está recebendo da universidade neste momento. “Importante para garantir a imunização de todos os acamados ou impossibilitados, de forma ágil, já nesse início da campanha, considerando que esses fazem parte do grupo prioritário para a vacinação”.

Na última semana, os docentes da Enfermagem também contribuíram na primeira edição do “drive thru” da campanha, que ocorreu no Prudenshopping. Marília ainda destaca a parceria com a Unoeste, principalmente pelo fato de envolver profissionais de vários segmentos por uma mesma causa. “É muito importante a vacinação do grupo prioritário e a garantia que eles não precisem sair de casa nesse período tão delicado da pandemia”, frisa.

A professora da graduação, Pamella Cacciari, é uma das envolvidas nas ações junto à Vigilância Epidemiológica. Ela detalha que o intuito com essas iniciativas específicas é evitar aglomerações nas Unidades Básicas de Saúde e Estratégias de Saúde da Família.

PROTEÇÃO

CONTRA GRIPE

Vale lembrar que a vacina não apresenta eficácia no combate ao coronavírus, mas protege contra os outros tipos de vírus da gripe. Com a imunização, espera-se reduzir a incidência de pessoas gripadas, principalmente no inverno. “Nesse momento, a vacina é uma forma de auxiliar os profissionais de saúde a descartarem as influenzas na triagem e atendimentos de pessoas com sintomas gripais”, explica o médico do trabalho e professor da Unoeste, Fernando Cezar Cardoso Maia.

ETAPAS DA

CAMPANHA

Nesta etapa, a vacina está disponível gratuitamente para idosos e trabalhadores da saúde, nas unidades de saúde de Presidente Prudente e região. A partir do dia 16 de abril serão vacinados os doentes crônicos, professores (rede pública e privada) e profissionais das forças de segurança e salvamento.

SAIBA MAIS

Conforme o calendário do Ministério da Saúde, na última etapa, que começa dia 9 de maio, serão priorizadas crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas de 55 a 59 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas com deficiência, indígenas, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade. A campanha encerra dia 22 de maio.

Veja também