"Agosto Dourado" incentiva aleitamento materno

Durante o mês ocorre semana mundial alusiva à prática, que termina no dia 7; mães participam de palestra informativa hoje

PRUDENTE - ANNE ABE

Data 04/08/2017
Horário 13:16
Cedida, "Agosto Dourado" conscientiza mães sobre o aleitamento
Cedida, "Agosto Dourado" conscientiza mães sobre o aleitamento

O mês de agosto, marcado pela cor dourada, passa a ser um símbolo da luta pelo incentivo à amamentação, além de ser um período de intensa conscientização. Nesse sentido, iniciando as comemorações e trabalhos do mês, está é celebrada a Semana Mundial do Aleitamento Materno, que termina na segunda-feira. Em alusão a esta campanha, o Hospital Estadual Doutor Odilo Antunes de Siqueira, em Presidente Prudente, promoveu palestras informativas e de incentivo ao aleitamento a, aproximadamente, 35 mães internadas ou que acompanhavam seus recém-nascidos internados na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) neonatal. Uma nova reunião está programada para hoje, às 9h30.

No encontro foi compartilhada a importância do mês e da amamentação; orientação sobre a forma correta de realizá-la e a melhor posição para o bebê; bem como as vantagens que o aleitamento traz tanto para as crianças, quanto às mães. “O leite materno é o alimento mais completo que existe para o bebê, que deve recebê-lo até o sexto mês, no mínimo. Já a amamentação para a mãe diminui a hemorragia pós-parto, protege contra o câncer de mama, entre outros fatores”, informa a nutricionista e uma das organizadoras do evento, Thais Schadek Costa Piffer.

 

Alimentação da nutriz

A profissional destaca que uma dúvida frequente das mulheres que acabaram de dar a luz é em relação à alimentação e, por isso, esclarece que a nutriz precisa tomar muita água, comer frutas, legumes, verduras e carnes magras. Deve evitar excesso de doces, chá, alimentos gordurosos, entre outros, que podem causar desconfortos na criança, como a cólica. “A cerveja preta não aumenta a produção de leite e pode ser prejudicial ao bebê”, ressalta.

Outro ponto abordado foi a relevância da doação do leite, para ajudar outras mães que não possuem o alimento. Para isso, a enfermeira coordenadora do Banco de Leite Humano de Prudente, Denise Campanharo, também esteve no encontro e apresentou às presentes o funcionamento do órgão, que, hoje, conta com 73 doadoras, sendo que a necessidade é de 120 para suprir toda a demanda e manter o estoque em dia.

Segundo a enfermeira, a Semana Mundial de Aleitamento Materno serve para aumentar a visibilidade da prática e, em complemento, foi criado o “Agosto Dourado”, aprovado em abril deste ano. Essas campanhas são utilizadas para chamar a atenção das mães para amamentar seus filhos, sendo importante ao banco, pois vem logo após um período em que há uma baixa no estoque de leite, devido ao período de frio e férias de julho. “Representam uma época para todos falarem sobre o mesmo assunto”, pontua.

 

SERVIÇO

Por fim, Denise informa que para tornar-se uma doadora é preciso entrar em contato com o Banco de Leite Humano, pelo telefone 3226-3430. Caso seja moradora de Prudente, uma equipe poderá ir até a residência para realizar o preenchimento da ficha de cadastro e, posteriormente, a coleta do leite doado. Para as doadoras de municípios vizinhos, é feito contato com as unidades de saúde da cidade, solicitando a parceria para realizar a entrega do leite doado ao Banco de Leite Humano.

Veja também