Publicidade

'Ciganos' são presos com armas de fogo e munições em Mirante

Dupla pertence a grupo que comercializava ervas alucinógenas a moradores de assentamentos rurais da região

REGIÃO - ROBERTO KAWASAKI

Data 14/08/2020
Horário 11:01
Polícia Civil - Grupo estava em caminhonetes durante abordagem Foto: Polícia Civil - Grupo estava em caminhonetes durante abordagem

Na quinta-feira, dois homens foram presos em Mirante do Paranapanema após serem flagrados com armas de fogo e munições. Os indivíduos pertencem a um grupo de "ciganos" que comercializava ervas medicinais alucinógenas, e que também é suspeito de praticar furtos em assentamentos rurais.

A dupla foi detida pela Polícia Militar após denúncia anônima. Conforme a corporação, o denunciante informou que haviam quatro caminhonetes que trafegavam por assentamentos, e a suspeita era de que transportavam objetos furtados.

Ainda, disse que as ervas vendidas estariam causando mal-estar aos consumidores.

Diante das informações foram feitas diligências, que resultaram em abordagens pela Avenida Zil Brasil, em Mirante. Os homens, de 30 e 35 anos, estavam com suas famílias, cada qual em um veículo. Um terceiro carro conseguiu fugir da fiscalização. 

Durante o procedimento de buscas pessoais, nada de ilícito foi encontrado. No entanto, dentro dos veículos havia quatro revólveres, sendo três de calibre 38 e um de calibre 22. Segundo a polícia, a dupla não tinha registro para portar o armamento e uma das armas estava com a numeração suprimida.

Além dos revólveres, foi apreendida grande quantidade de erva não identificada, bem como sacos com pedaços de madeira. Todos os materiais serão analisados.

De acordo com o delegado João Paulo Tardin, um dos indivíduos possui passagens criminais por ameaça, disparo de arma de fogo, desacato, desobediência, charlatanismo e estelionato. Já o outro tem antecedentes por crime de falsidade ideológica e uso de documento falso.

As ocorrências citadas foram registradas nos estados de Rondônia, Santa Catarina e Paraná. 

"As primeiras notícias a respeito da presença deles na região foi na manhã de ontem, de que passaram em Rosana, Primavera, Euclides da Cunha Paulista, assentamentos de Teodoro Sampaio e seguiram a Mirante, quando entraram para comprar alimentos", explica o delegado. 

A dupla foi presa em flagrante por porte/posse ilegal de arma de fogo e foi conduzida à Cadeia Pública de Presidente Venceslau, onde permanece à disposição da Justiça.

Veja também