Ídolo do Santos e do Porto, Juary  quer retomar projeto social em Prudente

Com gol em final da Champions League em 87 e passagens pela Inter de Milão e outras equipes, eterno menino da Vila deve se mudar para Prudente para comandar projeto de futebol de base

Esportes - CAIO GERVAZONI

Data 05/12/2021
Horário 07:45
Foto: Reprodução/Santos Futebol Clube
No Santos, Juary foi o principal nome da campanha vitoriosa do time da Vila no Paulista de 1978
No Santos, Juary foi o principal nome da campanha vitoriosa do time da Vila no Paulista de 1978

Juary Jorge dos Santos Filho, o Juary. O centroavante que marcou época no futebol brasileiro com a camisa 9 do Santos Futebol Clube, na década de 70, pretende se mudar para Presidente Prudente para comandar um projeto social de futebol de base intitulado “Juary: Eterno Menino da Vila”, que terá sede no campo do Rei da Bola, às margens da Rodovia Júlio Budiski. De acordo com Juary, o projeto será gratuito e voltado para meninos de 12 a 15 anos. “É um projeto de formação de jogadores. Nós vamos trabalhar com atletas de Prudente e região que pretendem ter uma oportunidade no futebol profissional”, explica.
“É um projeto que sempre sonhei em fazer. Como venho de uma família muito carente lá do Rio de Janeiro, o futebol me abriu as portas de uma maneira incrível. Atualmente, vejo que se criou uma certa situação que o menino para ter a oportunidade de ser avaliado dentro de um clube tem que alguém para botar lá dentro: ou o pai que paga para fulano que se oferece a levar para fazer o teste ou senão tem que ter um empresário forte para isso”, relata o ídolo santista.
Para Juary, este cenário está condicionado ao contexto das grandes equipes do futebol brasileiro não terem a preocupação em lapidar os jogadores da base. “Eles querem atletas prontos. Nossa intenção é trabalhar no intuito de não deixar estes meninos desamparados. Nós gostaríamos de formar uma equipe para jogar amistosos contra estes clubes”. Segundo o ex-jogador, a única “cobrança” em relação ao projeto é que o aluno esteja estudando. “É um projeto sem custo nenhum, sem distinção de classe. O que nos interessa é a qualidade do jogador, é dar oportunidade a que não tem condição a ter acesso aos clubes ou escolinhas de futebol”, argumenta.  
Segundo o “eterno menino da Vila”, o projeto é aberto a todos e a pretensão dele é que os treinos tenham início em janeiro do ano que vem. “Nós estamos retomando este projeto que ficou parado dois anos por conta da pandemia. Estou na fase de observação dos jogadores. Iremos começar a fazer peneiras em janeiro para dar início novamente aos treinos”. 

Eterno menino da Vila Belmiro

Juary não só brilhou com a camisa do Santos, o ex-jogador é um dos ídolos do Futebol Clube do Porto, de Portugal. Com a camisa alviceleste, ele marcou o gol do título da equipe portuguesa na final da Liga dos Campeões da UEFA (União das Associações Europeias de Futebol) na temporada 1986/87 contra o poderoso Bayern de Munique. 
Além do título continental da Europa, com a camisa do Porto, Juary conquistou o Mundial de Clubes naquele ano, contra o Peñarol, do Uruguai, em um jogo dramático no antigo Estádio Olímpico de Tóquio, naquela ocasião mal se via bola por conta da nevasca que atingiu a capital japonesa. O Porto levantou o caneco do Intercontinental após vencer os uruguaios na prorrogação por 2 a 1. 
No Santos, Juary foi o principal nome da campanha vitoriosa do time da Vila Belmiro no Campeonato Paulista de 1978. O camisa 9 daquele esquadrão santista foi o artilheiro do certame com 29 gols. De acordo com o coordenador do Centro de Memória e Estatística do Santos Futebol Clube, aquele time ficou conhecido como a primeira geração dos “Meninos da Vila” devido a juventude da equipe. 

Cedida

De acordo com Juary, projeto será gratuito e voltado para meninos de 12 a 15 anos

Reprodução/Futebol Clube do Porto

Com a camisa alviceleste do Porto, ele marcou o gol do título da equipe na final da Liga dos Campeões da UEFA na temporada 1986/87 




 

Veja também