A incrível arte de fazer luxo do lixo

EDITORIAL - DA REDAÇÃO

Data 03/08/2021
Horário 04:25

Tem gente que enxerga arte onde o outro só vê lixo. É impressionante o dom de artistas que conseguem transformar o tão conhecido “lixo em luxo”. Incrível aquele que tem olhar sensível e vê além do que está ali.
Sim, artistas plásticos aderem, cada vez mais, à criação sustentável. Com a reutilização de materiais para a produção de obras, eles atraem os olhares de curiosos e a atenção das pessoas em geral. O processo de reciclagem, além de preservar o meio ambiente também gera riquezas, os materiais mais reciclados são o vidro, o alumínio, o papel e o plástico. Esta reciclagem contribui para a diminuição significativa da poluição do solo, da água e do ar.
O Imparcial trouxe um exemplo desse olhar sensível em suas páginas. O artista plástico Marcos Antonio Chiquinato, morador de Taciba, começou a desenvolver o projeto “Pneu Arte”. Ele utiliza materiais que seriam descartados de forma irregular no meio ambiente para transformar em verdadeiras obras de arte! Ele fez um cavalo em tamanho real e arreado, o qual levou 30 dias para terminar. Tem um leão também em tamanho real, que ficou pronto em 20 dias. Mas faz ainda outras peças menores, enfeites para jardim. Marcos comenta que algumas das peças já foram expostas em feiras de artesanato em cidades da região, como em Presidente Prudente, onde ele, inclusive, menciona ter sido honrado com o Troféu Benjamin Rezende, pelo Sarau Solidário da APE (Associação Prudentina de Escritores), promovido por Carlos Francisco Freixo.
É de admirar tamanha sensibilidade e dom. Como saber que aquele monte de pneu amontoado seria transformado em um cavalo perfeito, de pura arte. Muitas vezes, a mudança é tão grande que os produtos finais não se parecem nada com material reciclado.
São artistas que merecem nosso valor. O morador de Taciba conta que depois da divulgação do seu trabalho, as pessoas passaram a olhá-lo de outra forma e que outros entenderam o motivo pelo qual anda pra cima e pra baixo com pneus e materiais que seriam descartados. Esses artistas merecem nossa admiração e olhar generoso com muito respeito.  Transformar o “lixo em luxo” precisa de amor à arte e muito dom!

Veja também