Acidentes com mortes reduzem 46,80% na região

Os números de vítimas fatais também apresentaram queda entre janeiro e setembro desse ano

REGIÃO - ROBERTO KAWASAKI

Data 29/11/2020
Horário 14:35
Foto: Arquivo
Área urbana da Raposo Tavares concentra boa parte dos acidentes
Área urbana da Raposo Tavares concentra boa parte dos acidentes

A preservação da vida é um dos pilares que norteiam o trabalho desenvolvido pela Polícia Militar Rodoviária. Conforme o levantamento fornecido pela 2° Companhia de Polícia Rodoviária de Presidente Prudente, os acidentes de trânsito com vítimas fatais apresentaram queda de janeiro a outubro deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os números caíram de 47 para 25, redução de aproximadamente 46,80% nos casos. 
Dentro deste balanço, o total de vítimas fatais reduziu de 59 para 28; ou seja 52,54% das pessoas tiveram suas vidas poupadas em decorrência dos acidentes. “As estatísticas do Denatran [Departamento Nacional de Trânsito] comprovam que 95% dos acidentes são causados por falha humana: imprudência, imperícia e negligência. São esses fatores que corroboram para a ocorrência de acidentes, e o fator humano é o principal”, explica o tenente-PM Daniel Bombonati Martins Viana, comandante interino da 2ª Companhia de Policiamento Rodoviário.
Durante a pandemia, a polícia observou uma oscilação na média de acidentalidade mensal com ou sem vítimas nas rodovias (veja a tabela). Segundo o comandante, após os altos e baixos, a tendência é de que o volume seja “normalizado” – movimentação maior que já é observada pela corporação, que chama a atenção quanto ao feriado prolongado de finados. “O policiamento estará de forma maciça coibindo as infrações e fazendo com que a população se sinta segura ao transitar”, afirma. 

Atenção e cautela

De acordo com o comandante, a área urbana da Rodovia Raposo Tavares (SP-270) em Presidente Prudente concentra boa parte dos acidentes. Segundo Viana, são necessárias melhorias como a redução do limite de velocidade para 80 km/h e a implantação de radares fixos. “Isso vai diminuir os riscos de eventuais acidentes”, expõe. Fora esses trechos, lembra para que os cuidados sejam redobrados nos locais de pista simples, principalmente em ultrapassagens. “O motorista precisa ter atenção, calma, cautela, para que ele chegue tranquilo ao seu destino”. 

ACIDENTES NAS RODOVIAS ENTRE JANEIRO E SETEMBRO

ASV - Acidentes sem vítimas

ACV - Acidentes com vítimas

Fonte: Polícia Rodoviária


Fonte: Polícia Militar Rodoviária

Veja também