Publicidade

AME promove Semana de Combate às drogas

Mesmo durante a pandemia, trabalhos seguem em Prudente, que registrou queda de 50% nos atendimentos

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 23/06/2020
Horário 14:06
AI do AME - Encontros  respeitam as normas de distanciamento social e higienização Foto: AI do AME - Encontros respeitam as normas de distanciamento social e higienização

A luta contra o vício do álcool e das drogas é destaque desta semana no AME (Ambulatório Médico de Especialidades) de Presidente Prudente, Doutor Antônio Carlos Fontoura da Silva. Em alusão ao Dia Mundial de Combate às Drogas, lembrado na próxima sexta-feira, o Ambulatório de Álcool e Drogas da unidade, que mantém suas atividades mesmo diante da pandemia da Covid-19, estará reforçando a importância da conscientização sobre os malefícios das drogas na vida dos usuários e da comunidade. 

Durante toda a semana, serão realizadas palestras com os psiquiatras da unidade, Heliomar Pavão e Afrânio Tacaci, no pátio externo do AME, sempre às 19h e respeitando as normas de distanciamento social e higienização contra o novo coronavírus.

Além disso, há uma exposição de fotos com trabalhos realizados pelos recuperandos das comunidades terapêuticas administradas pela Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus - gestora do AME em Álvares Machado, Montalvão e Pirapozinho, e que compõem a rede completa de atenção e combate às drogas juntamente com o ambulatório e o PAI (Polo de Atenção Intensiva à Saúde Mental), do Hospital Regional. 

Segundo a coordenadora do ambulatório, Márcia Braga, os tratamentos de recuperação contra o vício do álcool e das drogas não podem parar.

"Adequamos todo o nosso espaço para seguir os protocolos e orientações de distanciamento social e prevenção do novo coronavírus, retiramos as atividades em grupo e em ambientes fechados do cronograma de tratamento e reforçamos o uso de EPIs [equipamentos de proteção individual] para a segurança dos colaboradores”, explica.

“Apesar desse momento de pandemia, precisamos continuar com esses atendimentos e também com a conscientização sobre o poder devastador das drogas em nossa sociedade", expõe Márcia.

Ambulatório registra

queda em atendimentos 

Mesmo continuando suas atividades, o ambulatório registrou uma queda significativa no número de atendimentos, provocada pela pandemia. Em 2019, nos meses de março e maio, a unidade havia registrado um total de 2.064 atendimentos. Já nesse mesmo período deste ano, esse número caiu 50%, com o registro de 1.023 atendimentos.

"Percebemos que os pacientes estão receosos e também que aqueles que são de outras cidades, não conseguem chegar até aqui porque alguns municípios não estão oferecendo mais o transporte municipal durante esse período que estamos passando", explica Márcia.

SERVIÇO

O Ambulatório de Álcool e Drogas funciona de segunda a sexta-feira, das 19h às 22h. Para ser atendido basta se dirigir até a unidade com o RG e o Cartão SUS (menores de 18 anos precisam estar acompanhados pelos pais ou responsáveis). Pessoas com sintomas da Covid-19 estão orientadas a não se dirigirem a unidade. 

Veja também