Após cerco, dupla é presa em Mirante

REGIÃO - JEAN RAMALHO

Data 18/01/2017
Horário 07:20
 

Depois que assassinaram o cabeleireiro Dênis Paiano da Silva, 29 anos, os suspeitos de 22 e 19 anos teriam decidido trocar o veículo por droga e, por isso, um deles, juntamente com outras duas pessoas, seguiu com o Hyundai/HB20 branco no sentido ao Estado do Paraná. Foi quando, na tarde de anteontem, o carro foi detectado por um radar e a polícia fechou o cerco ao grupo em uma estrada na zona rural entre Euclides da Cunha Paulista e Teodoro Sampaio. Os três indivíduos, sendo um dos autores do crime, um outro homem e uma adolescente, 16 anos, fugiram, mas foram capturados entre a manhã e a tarde de ontem.

Jornal O Imparcial Casal foi preso depois de roubar táxi com objetos do veículo do cabeleireiro prudentino

O primeiro preso, em uma mata localizada em Teodoro Sampaio, foi o rapaz de 19 anos que ajudou a cometer o assassinato, segundo o delegado Pablo Rodrigo França. Pouco tempo depois, por volta das 13h15, o casal foi detido por uma equipe da Força Tática do 18º BPM/I (Batalhão de Polícia Militar do Interior).

Conforme a corporação, os militares estavam em apoio aos policiais civis que tinham efetuado a primeira prisão, quando receberam a informação sobre o roubo de um taxista. A partir daí iniciou-se um cerco policial com viaturas de municípios da região. De acordo com o órgão, o táxi roubado foi localizado quando transitava pela vicinal Antônio de Melo Zacarias, que liga Mirante do Paranapanema ao distrito de Costa Machado.

O casal ainda tentou fugir para uma mata, mas foi detido e conduzido à delegacia de Teodoro Sampaio, onde foram reconhecidos pelo taxista. De acordo com o policiamento, com o casal foram encontrados objetos do veículo do cabeleireiro e um celular com mensagens que indicavam o envolvimento deles também no crime que vitimou o prudentino. Além dos três presos ontem, o outro suspeito apontado como autor do crime já havia sido detido anteontem.

 

Veja também