Após denúncia, enfermeiro é preso com mais de 41 kg de maconha

Além de comercializada, a droga também seria manipulada como medicamento “canabidiol” para supostamente tratar de ansiedade

REGIÃO - ROBERTO KAWASAKI

Data 17/06/2021
Horário 10:28
Foto: Polícia Civil
Drogas foram apreendidas no porta-malas do veículo
Drogas foram apreendidas no porta-malas do veículo

Um enfermeiro de 35 anos foi preso em flagrante por tráfico de drogas, durante uma ação da 2ª Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes), da Deic-8 (Divisão Especializada de Investigações Criminais). Ontem, ele foi detido com mais de 41 kg de maconha que, além de comercializada, segundo ele, também seria manipulada como medicamento “canabidiol”. 

Segundo a delegacia especializada, no mesmo dia do flagrante, os policiais receberam denúncia de que um enfermeiro da região de Dracena adquiria drogas em Bataguassu (MS). O entorpecente seria transportado e vendido, sendo que parte dele seria para produzir e manipular o “canabidiol”, extraído da substância THC para fins terapêuticos e/ou medicinais, em um laboratório clandestino. 

Diante da informação, o setor de inteligência realizou uma série de pesquisas e, por deliberação da delegada Adriana Ribeiro Pavarina Franco, solicitou apoio da Polícia Rodoviária para a abordagem, que ocorreu em Presidente Epitácio, mais precisamente, na entrada do Estado de São Paulo. 

De acordo com a Polícia Civil, logo no primeiro momento o homem demonstrou “extremo nervosismo”. Mas, foi durante a busca no automóvel que os policiais localizaram 43 tijolos de maconha (41,070 kg), escondidos no porta-malas. 


Polícia Civil - No laboratório clandestino, policiais apreenderam diversos materiais

Confessou o crime

O homem, que trabalha como enfermeiro em Junqueirópolis, confessou ter adquirido a droga em Bataguassu, e alegou que pretendia fabricar e manipular o medicamento “canabidiol” para consumo próprio, segundo informado à polícia, para supostamente tratar de ansiedade. 

Durante seu interrogatório, disse já ter manipulado o medicamento de forma clandestina em sua residência e informou que no imóvel havia aproximadamente cinco tijolos de maconha. Diante disso, autorizou a ida dos policiais no imóvel em Dracena.

Com o apoio da Dise local, foram localizados o medicamento manipulado, além de maconha outros tijolos fracionados, balança de precisão e demais objetos utilizados para embalar drogas. O enfermeiro permaneceu preso e aguardará o andamento da investigação à disposição da Justiça.

Veja também