Apreensão de cocaína gera prejuízo de R$ 10,7 milhões ao tráfico 

Polícia Civil de Prudente e Campo Grande interceptaram veículo com 107 kg da droga; passageiros da van não sabiam que estavam sentados em cima dos tabletes

REGIÃO - ROBERTO KAWASAKI

Data 12/06/2021
Horário 10:22
Foto: Polícia Civil
Veículo foi abordado ontem, durante ação desenvolvida em Campo Grande
Veículo foi abordado ontem, durante ação desenvolvida em Campo Grande

107 kg de cocaína foram apreendidos durante uma ação conjunta entre as polícias Civil de São Paulo e Mato Grosso do Sul, na tarde de ontem. A droga estava no fundo falso de uma van de transporte coletivo de passageiros, que tinha como destino os municípios paulistas. Parte dos tabletes seriam entregues na região de Presidente Prudente.

De acordo com a 2ª Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes), da Deic-8 (Divisão Especializada de Investigações Criminais), a ação ocorreu após informações de inteligência obtidas pela delegacia. Depois de solicitar apoio operacional ao Dracco (Departamento de Repressão a Corrupção e ao Crime Organizado) do Mato Grosso do Sul, agentes foram a Campo Grande (MS).

“Com o compartilhamento das informações de inteligência da Deic e uma série de diligências, a ação conjunta  acabou por identificar, localizar e abordar uma van de transporte coletivo que vinha ocupada por cerca de dez passageiros”, explica a Polícia Civil.

No veículo estava o motorista de 37 anos, e ao lado dele o filho, de 10 anos. Conforme a Dise, a presença da criança e diversas pessoas foi uma maneira encontrada para inibir qualquer suspeita em uma ação da polícia. 

No compartimento oculto instalado abaixo dos assentos dos passageiros, os policiais localizaram 107 kg de cocaína, distribuída em tabletes. Segundo a Polícia Civil, os ocupantes da van, que seguiam para diversas cidades, se assustaram com o flagrante, principalmente devido à quantidade de drogas transportada sem que eles soubessem.

“Ficaram indignados por serem expostos a esse risco e utilizados para a engenharia criminosa a cargo do autor”.


Polícia Civil -Passageiros foram usados para inibir abordagem policial

Prejuízo de R$ 10,7 milhões

De acordo com a investigação, o entorpecente seria distribuído em municípios do Estado de São Paulo, inclusive, na região de Prudente. Conforme a delegacia, no interior, a grama da cocaína com elevado grau de pureza, assim como a apreendida, é comercializada em R$ 100.

Desta forma, segundo a polícia, a apreensão representa um prejuízo de R$ 10,7 milhões para o narcotráfico.

O motorista da van foi preso em flagrante por tráfico de drogas. Em depoimento, afirmou ter sido contratado para levar os entorpecentes, no entanto, não entrou em detalhes. A partir de agora, as apurações de Polícia Judiciária ficam a cargo das polícias Civil de São Paulo e Mato Grosso do Sul. 


Polícia Civil - Drogas seriam entregues em municípios do Estado de São Paulo


Polícia Civil - Homem de 37 anos foi preso em flagrante por tráfico

SAIBA MAIS

2ª Dise intensifica combate ao tráfico de drogas

Polícia Rodoviária localiza cocaína em fundo falso de veículo

Ação conjunta da PM apreende helicóptero com 153 tijolos de cocaína

Veja também