Artista inicia pintura inspirada em Romero Brito

Vinda de Bauru há seis anos, Janaina Lopes trouxe para a cidade um desejo: pintar telas; suas obras estão à mostra no Tênis até domingo

VARIEDADES - Oslaine Silva

Data 01/06/2016
Horário 09:26
 

 

Há seis anos, Janaina Lopes, 35 anos, natural de Bauru chegou a cidade e na bagagem trouxe um desejo: pintar telas, qual colocou em prática três anos depois. O resultado? Segue até domingo sua primeira exposição com seis quadros de vários tamanhos, "Releituras de Romero Brito", na Galeria Takeo Sawada no TCPP (Tênis Clube de Presidente Prudente). E o bacana é que toda a população pode apreciar gratuitamente os trabalhos da artista plástica. A curadoria é do também artista plástico Erivaldo Santos, o Vadinho.

Jornal O Imparcial Paixão pelas cores faz Janaina exercer desejo pintando cada vez mais

Autodidata, sem fazer curso algum, nem utilizar uma técnica específica, Janaina comenta que na maioria das vezes trabalha com acrílico, pop art. Além de recriações de obras do conceituado artista plástico pernambucano, dos pincéis de Janaina surgem abstratos, algumas faces humanas como de Charlie Chaplin, Marilyn Monroe, entre outras de acordo com o pedido do cliente.

Janaina conta que desde pequena, quando ainda estava na escola, sentia um gosto grande pelas aulas de pintura, trabalhos artesanais e quando conheceu o trabalho de Romero Brito, se apaixonou pela harmonia com que ele utilizava as cores e as deixava ainda mais bonitas do que já são. E então passou a exercer sua vontade pintando cada vez mais.

De suas obras - ela que é proprietária de uma loja - passou a decorar todo o ambiente de acordo com o artista plástico, desde canecas, almofadas, entre outros objetos ornamentais. "Romero é minha inspiração! Me apaixonei por seu trabalho no momento exato em que vi uma tela dele. Como eu buscava algo que pudesse ser criado por minhas próprias mãos para levar um pouco mais de alegria para as pessoas, as cores de Romero caíram feito uma luva", ressalta Janaina.

 

Apreciação

As obras de Janaina podem ser conferidas, além da exposição, em sua página no facebook, onde ela posta todas, desde que começou a pintar. Ela acredita que tenha produzido cerca de 100 telas inéditas, fora as repetidas. A do "Abraço" de Romero é a mais pedida, depois vem Chaplin e abstratas. "A exposição está tendo uma repercussão significativa, tanto para quem acompanha meu trabalho, quanto de novos apreciadores da arte que o estão conhecendo e elogiando. Gostaria de agradecer a presidência do Tênis e o meu curador, pois tem sido gratificante a oportunidade", agradece Janaina.

 

Veja também