Artistas de PP e Irapuru estão na final nacional do Imagine Brazil

VARIEDADES - DA REDAÇÃO

Data 23/06/2015
Horário 08:59
 

Valeu a torcida e Abbade - conjunto pop de Presidente Prudente que tem em sua formação os jovens músicos Gabriel Abbade dos Santos (vocal e violão), Leonardo Theodoro (bateria) e Robson Soares (contrabaixo) - venceu a quarta semifinal da competição internacional de música do festival internacional Imagine Brazil, realizada domingo, no Teatro Paulo Roberto Lisboa do Centro Cultural Matarazzo. Os garotos concorreram com os grupos e solistas: Clavix (Piracicaba), Hurried Trio (São Carlos), Percussando (Marília), Banda de rock Hertz (São José do Rio Preto), Gabi Honorato (Palestina) e Tainã Marques (Botucatu). A cantora Ingrid Rocha, de Irapuru, também é uma das finalistas da competição.

Jornal O Imparcial Ingrid Rocha, 16, ficou muito surpresa com o resultado

Esta foi a penúltima apresentação para a escolha dos dez grupos ou solistas que, após a última semifinal, no dia 28 em São José dos Campos (SP), participarão da final nacional, em 4 de julho, na capital paulista (no Centro de Cultura Judaica) e concorrem a uma vaga na final internacional da competição, que acontece em 2015 na Croácia.

Ribeirão Preto, Ourinhos e Piracicaba sediaram as três primeiras etapas do festival no Brasil, evento inédito no país, trazido pela Organização Social de Cultura Amigos do Guri, que gere o Projeto Guri no interior e litoral do Estado de São Paulo.

 

Foi assim


No domingo, os participantes foram avaliados nos quesitos qualidade musical e interpretação, comunicação e carisma, originalidade e repertório, e preparação. Ao ganhar a vaga na final nacional, Gabriel Abbade ressaltou: "Minha proposta era mostrar para as pessoas o nosso trabalho. Eu senti uma alegria imensa por sermos escolhidos entre todos esses bons artistas da região. É realmente muito gratificante, alimento para a nossa alma, para seguirmos em frente, e é isso que queremos cada vez mais", acentuou.

Ingrid Rocha, que também garantiu seu lugar na final, ficou muito surpresa com o resultado. "Num primeiro momento, eu fiquei sem reação, mas quando me dei conta que era mesmo o meu nome ali citado, vibrei de alegria e chorei de emoção. Já estou ansiosa com a final porque a responsabilidade é maior. E, agora, eu só quero praticar daqui para frente e investir na música", pontua.

 

Vencedores da região


Gabriel Abbade dos Santos aprendeu a tocar violão e guitarra aos 10 anos e, a partir daí, a música tornou-se parte de sua vida. Seu primeiro instrumento foi o violão que ganhou de presente da sua mãe.  Logo depois, aos 13 começou a cantar e aos 17 anos enveredou pela composição e a fazer shows profissionalmente.

Para participar do festival, enviou uma música autoral chamada "De Tanto Amor". Atualmente, junto com Leonardo Theodoro (bateria) e Robson Soares (contrabaixo), segue seu projeto que envolve canções autorais. O estilo musical da banda é pop/rock. Como influência musical, o grupo tem as bandas NX Zero e Fresno.

Ingrid Rocha tem 16 anos e começou a tocar aos 10 anos de idade.  Mas o amor pela música vem de berço, aos 15 já compunha e teve certeza de que era isso que queria para sua vida. "A música é o que me move!", exclama a garota.

 

O festival

Criado pela JMI (Jeunesses Musicales International) – maior ONG (organização não-governamental) de música para jovens do mundo e idealizadora do festival, da qual a Amigos do Guri é membro, o Imagine já acontece em cerca de dez países ao redor do mundo. Este ano, entre outras localidades, além do Brasil, França e Bélgica também sediarão o festival.

Quem vencer o Imagine Brazil 2015 ganhará um instrumento da marca Yamaha, 12 horas gratuitas em um estúdio para a gravação de um EP (extended play), além de participar da Final Internacional do Imagine – com todas as despesas pagas pelo concurso –, em 2016, na Croácia, concorrendo com vencedores de outros países a uma turnê pelas demais edições do festival na Europa e a um plano de negócios.

Os escolhidos para a grande final, que acontece dia 4 de julho, contarão com vivências inéditas, em São Paulo capital, onde participarão de workshops com profissionais da cena musical brasileira de diversas especialidades.

O finalista brasileiro passará também por jam sessions e workshops de capacitação musical, ao lado de profissionais internacionais e jovens músicos de diversas nacionalidades na Croácia.

Veja também