As principais alergias em idosos

OPINIÃO - Sergio Munhoz Pereira

Data 15/06/2022
Horário 04:30

Olhos avermelhados com lacrimejamento constante, intensa coceira nos olhos e no nariz, muitas vezes com abundante coriza que frequentemente caem na garganta, produzindo inflamação, seguidos de repetidos espirros. Essas são algumas das mais comuns manifestações da rinite alérgica, um dos mais frequentes processos alérgicos respiratórios, os quais são muito comuns na terceira idade.  Se não tratados, os idosos poderão contaminar-se com quadro de infecção secundária, dificultando ainda mais a vida deles. 
Filhos, familiares e cuidadores muitas vezes se deparam com situações que os irritam, especialmente advinda daquela tosse seca e frequente dos idosos. A chamada "tosse crônica" de longa duração e arrastada frequentemente está associada com quadro importante de alergia, e interferem particularmente no repouso noturno.
O perigo dos processos alérgicos em idosos que apresentam tosses crônicas é que geralmente se busca o alívio primeiro pela utilização de xaropes caseiros, posteriormente remédios antitussígenos e expectorantes, nem sempre com bons resultados, e proporcionando riscos pela interação de medicamentos que fazem uso. É essencial buscar a causa da tosse, pois ela poderá ser sinal de doenças: desde um resfriado simples até situações mais sérias.  
Um em cada dez idosos que manifestam sintomas caracterizados por "falta de ar", "chiado no peito", cansaço, sufocação e tosse sofrem por crises de asma. Elas podem começar como uma leve sensação de mal-estar, mas se não for tratada, há risco de evoluir rapidamente para uma crise descompensada de insuficiência respiratória, com risco à vida.
Assim, as três mais frequentes alergias respiratórias em idosos são rinite alérgica, tosse e asma. Nem sempre a alergia constitui uma queixa para muitos idosos, pois acham que é normal e natural na velhice. Entretanto, filhos e netos devem estar atentos a esses sintomas em seus parentes idosos e imediatamente buscar identificação das causas, evitar evolução para situações mais perigosas, e assim restabelecer adequada qualidade de vida.

 

Veja também