Associação dos Cegos: não custa nada ajudar a quem tanto já fez e faz pelo próximo!

EDITORIAL -

Data 06/10/2021
Horário 04:15

O forte temporal que atingiu a região na última sexta-feira, com direito a nuvem de poeira e rajadas de vento que ultrapassaram 80 quilômetros por hora, fez muitos estragos por onde passou. Além de inúmeras ocorrências no sistema elétrico, que deixaram diversos bairros sem energia, sem internet e até sem telefone, muitos moradores tiveram suas casas ou prédios destelhados, vidraças quebradas, lojas destruídas e carros danificados. Houve quedas de árvores... Tanta destruição em tão pouco tempo. 
Em Presidente Prudente, conforme noticiado na edição de ontem, três escolas e cinco unidades de saúde sofreram danos mais expressivos. Avarias também foram registradas no IBC Centro de Eventos, no Recinto de Exposições Jacob Tosello e no aeroporto. Em função de todo este estrago, a Prefeitura decretou na segunda-feira situação de emergência nas áreas do município afetadas pelo vendaval. 
Outra delas foi a cobertura do prédio da Associação Filantrópica de Proteção aos Cegos, localizada no Jardim Itapura I, que ficou totalmente destruída, além da perda de toda a estrutura de placas de energia solar que existia no local. Um amontoado de folhas de zinco foi o que restou do teto da entidade, o que resultou também na perda de diversos equipamentos de trabalho das equipes. Em muitas salas, nada mais se aproveita. 
Ainda sem estimar os danos reais da parte interna, a associação fez uma publicação nas redes sociais em que pede doações - de qualquer valor - para a comunidade, a fim de recuperar o que foi perdido para poderem retomar os atendimentos. Fundada há 82 anos, a entidade é mantenedora da Escola de Educação Especial para Deficientes Visuais “Professor Faradei Boscoli” Centro de Reabilitação Visual, que assiste no momento 101 pessoas da região com baixa visão e cegos.
Através de parcerias com algumas instituições e voluntariados, a Associação dos Cegos oferece práticas de braille, soroban, informática, acolhida, orientação e mobilidade (uso da bengala), artesanato, sala de recursos, estimulação precoce e educação física, grupos de música e dança, entre outras, além de refeições durante a permanência nos atendimentos e entrega de cestas básicas. 
O objetivo, no entanto, em meio a tantas atividades, sempre foi um só: proporcionar condições de desenvolvimento integral às pessoas com deficiência visual e garantir assim uma vida com mais qualidade e independência. Que elas aprendam a andar sozinhas e sejam inseridas na sociedade. Um trabalho extremamente importante que vem ajudando há décadas tanta gente.
Com os atendimentos presenciais suspensos, devido à pandemia, os trabalhos online já estavam com os dias contados. Todos aguardavam ansiosos e felizes pelo retorno gradual no dia 18. O que de fato, agora, não vai acontecer. Não antes da sua ajuda. Qualquer quantia é bem vinda. Informe também familiares e amigos sobre a campanha. A transferência pode ser feita via PIX (44862407/0001-01), ou Banco do Brasil – 01, Agência: 6609-5, Conta Corrente: 1174-6. Uma entidade que já estendeu tanto a mão agora precisa da sua ajuda... Uma ajuda necessária para continuar transformando vidas!

Veja também