Associado de Pirapozinho é sorteado com R$ 5 mil

Empresas & Negócios - DA REDAÇÃO

Data 31/10/2020
Horário 05:01
O diretor executivo da Sicredi Rio Paraná PR/SP, Vanderlei Oliveira, o premiado Lucas Zarpelon Silva e o presidente da Sicredi Rio Paraná PR/SP, Jorge Guedes.
O diretor executivo da Sicredi Rio Paraná PR/SP, Vanderlei Oliveira, o premiado Lucas Zarpelon Silva e o presidente da Sicredi Rio Paraná PR/SP, Jorge Guedes.

O associado do Sicredi de Pirapozinho, Lucas Zarpelon Silva, comemorou com a ligação que recebeu. Ele foi sorteado na promoção Poupar e Ganhar Sicredi e recebeu R$ 5 mil.

De acordo com o premiado, receber a notícia que ganhou foi uma grande surpresa. “Veio no melhor momento para mim, logo eu que nunca ganhei em sorteios”, ressalta. Lucas comenta ainda que agora está esperando o sorteio de R$ 500 mil que ocorre hoje e o de R$ 1 milhão que acontece em dezembro.  

“Já sou associado do Sicredi desde que abriu em Pirapozinho e hoje é a minha principal instituição financeira. Indico para todos”, finaliza.

Quem também quiser participar ainda dá tempo. São cinco sorteios semanais no valor de R$5 mil cada, um sorteio especial de meio milhão de reais no Mês da Poupança (outubro) e o grande sorteio final, onde será sorteado 1 milhão reais.

A cada aplicação de R$ 100 o poupador recebe um número da sorte e acumula chances de ganhar. O usuário pode fazer pelo aplicativo e também pelo site. Lembrando que ao fazer seus depósitos através da Poupança Programada do Sicredi, o poupador recebe o dobro de números da sorte. 

A promoção é válida até 21/12/2020. Para mais informações, consulte as condições gerais, o regulamento e as características essenciais em www.poupareganharsemparar.com.br ou procure o Sicredi de sua cidade.

Para saber mais procure o Sicredi de sua cidade.


O premiado Lucas Zarpelon Silva disse que vai investir o prêmio novamente na poupança.


Na entrega do cheque simbólico, o gerente regional de desenvolvimento, José Dardosse, o diretor executivo da Sicredi Rio Paraná PR/SP, Vanderlei Oliveira, o premiado Lucas Zarpelon Silva, o presidente da Sicredi Rio Paraná PR/SP, Jorge Guedes, a gerente da agência de Pirapozinho, Lucila Pilege e o coordenador de núcleo de Pirapozinho, Roberto Carlos Nunes.

Poupança cresce 10% em Presidente Prudente e região

De acordo com números do Bacen (Banco Central do Brasil) os investimentos em poupança cresceram 10,2% no último ano no município de Presidente Prudente. Os dados se referem a um recorte dos meses de junho de 2019 a maio de 2020.

Investimento tradicional dos brasileiros, a caderneta de poupança registrou, após o início da pandemia um crescimento em seu incremento. Somente no município de Presidente Prudente, este incremento foi de R$ 135 milhões no período analisado, que representa um crescimento de 10,2%.  

Conforme o Bacen, em junho de 2019, a somatória das poupanças nas instituições financeiras em Presidente Prudente era de R$ 1.326.797.030,00 e em maio de 2020 esse valor saltou para R$ 1.462.219.000,00.

Somente em abril, ocorreu o maior volume em depósitos líquidos em um único mês em todo o Brasil. O valor total de R$30,5 bilhões é recorde de toda a série histórica do Banco Central, iniciada em 1995 e demonstra que os brasileiros estão mais cautelosos em meio à pandemia do novo coronavírus, redescobrindo a importância de fazer uma reserva financeira.

“O cenário econômico atual tem exigido investimentos mais seguros por parte dos brasileiros, o que impactou positivamente nos resultados da poupança. Neste momento, é importante fazer uma reserva para lidar com possíveis imprevistos ou planejar com mais segurança os investimentos futuros”, afirma diretor executivo da Sicredi Rio Paraná PR/SP, Vanderlei Oliveira.

Outro fator que contribuiu para o crescimento nos depósitos da poupança do Sicredi, de acordo com o diretor, é a confiança dos associados na instituição financeira. “Com o modelo de negócio que adotamos, transparente e participativo, as pessoas se sentem ainda mais seguras”, destaca.

No caso do Sicredi, o investimento na poupança também acaba beneficiando as comunidades e o próprio associado. Os recursos captados fomentam a disponibilização de crédito por parte da cooperativa, que ganha mais capacidade para apoiar o desenvolvimento da região onde está instalada e, como consequência, da comunidade, formando um ciclo virtuoso. 

 

Veja também