Atletas do handebol se destacam e são chamados para jogar no PR

Jovens de Prudente, 5 no total, começaram a embarcar para o Estado vizinho depois de terem o desempenho pelos times da Semepp/Unimed/Instituto Edespp reconhecido

Esportes - GABRIEL BUOSI

Data 16/02/2021
Horário 09:00
Foto: Cedida
Armadora Larissa irá integrar a equipe adulta de Maringá
Armadora Larissa irá integrar a equipe adulta de Maringá

Não é de hoje que este diário compartilha com os leitores os bons resultados colhidos pelos atletas do handebol de Presidente Prudente e dos trabalhos que, ao longo do tempo, trazem reconhecimento com a conquista de títulos importantes e com a exposição dos jovens e adolescentes para outras cidades e Estados. Como reflexo disso, cinco atletas que representavam o esporte local até o ano passado, por meio do time Semepp/Unimed/Instituto Edespp, foram convidados para atuar no Paraná, sendo que três deles já se apresentaram aos times e outras duas atletas devem embarcar logo após o carnaval. 
Os atletas que já se apresentaram em Maringá (PR) e que vão defender o Colégio Objetivo e o município, foram os jovens de 16 anos: Mateus Felipe Brunetti dos Santos, que atua como goleiro; Luiz Terçariol Moreto Vicentin, que joga como central; e o pivô Leonardo Siman. Já a dupla que está prestes a embarcar para o Paraná é composta pelas atletas que vieram de Panorama em 2016, Larissa Rodrigues de Souza  armadora de 19 anos e que entra no time adulto de Maringá, e Lívia Minganti Mendes, 17 anos, pivô que embarca para a equipe de Cascavel (PR). Ambas terão a oportunidade de disputar com as equipes que participam da Liga Nacional. 
“Dever cumprido, acho que assim posso descrever o que sinto agora. A construção das equipes com a participação desses cinco atletas aqui na cidade foi satisfatória e fez com que a gente disputasse e conquistasse lugares importantes em competições”, apontou o professor de handebol responsável pelo grupo, Péricles Batista de Menezes Junior,
Com a participação das meninas, por exemplo, os times conquistaram o terceiro lugar em 2018 nos Jogos da Juventude, e por dois anos seguidos, 2018 e 2019, o título de campeões regionais no sub-20, sem contar o terceiro lugar no fim de 2020 no Campeonato Paulista. “São conquistas que, sem dúvidas, mostram o potencial delas e explicam os motivos das oportunidades chegarem”. 

Os trabalhos para este ano

Por falar em handebol, Péricles lembra que aguarda o fechamento dos últimos detalhes para que sejam acertados os trabalhos para 2021, e aponta que, para este ano, a intenção é focar em disputas como o Campeonato Paulista, o Brasileiro, a Copa São Paulo e demais competições importantes que capacitam cada vez mais os times, como os Jogos Abertos, Regionais e os da Juventude. 
“Nosso atendimento é sempre no sentido de formar cidadãos através do esporte e com valores que potencializem o caráter e as habilidades de cada um. Com isso em mente, sem dúvidas, as oportunidades surgirão naturalmente”, finalizou o professor. 

Fotos: Cedidas 

Mateus foi um dos escolhidos para representar o time de Maringá


Luiz joga como central e também embarca para o Paraná


Leonardo, 16 anos, jogava como pivô no time de Prudente


Lívia é a nova atleta do time de Cascavel 

Veja também