Atos simples fazem a diferença 

Desprovido de burocracias e exercido por meio de singelas doações, programa é sustentado dessa forma há 17 anos e já amparou em torno de 600 famílias do oeste paulista

VARIEDADES - BIANCA ALVES E JUAN GONÇALVES

Data 08/03/2020
Horário 05:28
Cedida/Bianca Alves -  Vanderlei, criador do programa Ajuda Vida, defende que ajudar ao próximo é recompensador Foto: Cedida/Bianca Alves - Vanderlei, criador do programa Ajuda Vida, defende que ajudar ao próximo é recompensador

“A ação social é gratificante e asseguro recompensador. Tudo o que você faz você recebe de volta, da mesma forma.” Essas são algumas das coisas que movem o coração de Vanderlei Afonso Alves, 63 anos, de Rancharia, que há 17 anos arrecada alimentos para ajudar inúmeras famílias do município e da região. 

Com aproximadamente 30 mil habitantes, a pequena cidade de Rancharia conta com alguns serviços públicos oferecidos pela Prefeitura e também por outras instituições, como o Dispensário Santo Antônio, mas que, pela alta demanda, acabam sendo insuficientes para atender toda a população.

Vanderlei relata que é impossível compreender de onde vem  o espírito de solidariedade, porém, nele, esse sentimento já foi introduzido em sua essência. Movido por esse amor ao próximo, ele criou em 2002, um projeto chamado Ajuda Vida, ação totalmente desvinculada de qualquer auxílio político ou de interesses pessoais e mantida somente por outros corações solidários. “Já mobiliei uma casa de uma família carente em um dia, com tudo, apenas com doações de muitas pessoas, conto bastante com a parceria delas”. Ele acredita que isso ocorre pela proporção e credibilidade que seu projeto tomou, conquistada com o tempo e com a sua honestidade.

"SENTI O DEVER DE CRIAR ESSE PROJETO DEPOIS DE RECEBER UM PEDIDO DE SOCORRO DE UMA FAMÍLIA QUE ESTAVA EM SITUAÇÕES PRECÁRIAS E DE BASTANTE URGÊNCIA."

Vanderlei Afonso Alves

Com o desejo de mudar a realidade ao seu redor, ele começou sozinho, guiado apenas por sua compaixão. Aos poucos, sua ação foi ganhando visibilidade e atraindo olhares de pessoas que também queriam fazer parte dessa mudança. Hoje, ele tem com o apoio de várias pessoas, que se encarregam de contribuir como podem, seja com produtos ou com o dinheiro para a gasolina. 

DESAFIOS SÃO PARA

SEREM VENCIDOS

Inúmeros são os obstáculos para realizar esse feito: críticas destrutivas, decepções, comentários tendenciosos, o tempo depositado para buscar, preparar e levar as doações, não tem um espaço fixo para guardar os mantimentos e até mesmo as dificuldades de encontrar doadores dispostos todos os meses, porém, nada consegue ser maior do que sua vontade de transformar a vida de tantos seres humanos. Por isso, Alves, coloca um sorriso no rosto, procura ver o lado positivo do seu trabalho e tira das infinitas experiências vividas a força para continuar. 

“Eu não busco descobrir a causa da pessoa estar passando necessidade, pois, se eu procurar saber, a criança da casa ficará sem comer.” Por esse motivo, ele tem em torno de 600 famílias cadastradas no seu projeto e ainda abre espaço para situações emergenciais, inclusive, de outras localidades da região.

“Normalmente, eu sou informado pelos meus conhecidos, eles me ligam e falam ‘tem uma família precisando disso, outra necessitando daquilo e assim eu já começo a ir atrás.” Fora as cestas completas, ele ainda tenta resolver as outras carestias, saindo da esfera de alimentos. São histórias como essa, que nos inspiram e nos motivam a viver. 

 

 

Publicidade
eixosp

Veja também