Banco do Povo de Prudente oferece linha emergencial para micro e pequenas empresas

Instituição disponibiliza crédito de R$ 200 a R$ 10 mil, carência de seis meses e prazo para pagamento de até 36 meses

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 26/04/2021
Horário 16:28
Foto: Prefeitura de Prudente
Interessados devem comparecer à sede do banco, no Jardim Bongiovani
Interessados devem comparecer à sede do banco, no Jardim Bongiovani

Para apoiar micro e pequenas empresas dos setores mais afetados pela pandemia, o Banco do Povo, vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado, liberou uma linha emergencial com condições especiais por meio da disponibilização de R$ 50 milhões em microcrédito no Estado, com taxas de juros de 0% a 0,35% ao mês, para capital de giro.

A linha emergencial oferece crédito de R$ 200 a R$ 10 mil, carência de seis meses e prazo para pagamento de até 36 meses a bares e restaurantes, academias e setor de beleza, comércio e atividades imobiliárias, cultura e economia criativa, hotéis e turismo e artesanato.

O crédito pode ser solicitado por empreendedores formais (MEI, ME, EPP, LTDA e EIRELI) sem restrições creditícias junto ao Serasa e que realizaram cursos dos programas Empreenda Rápido ou Empreenda Mulher do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). A consulta no Cadin (Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal) estará suspensa.

Em Presidente Prudente, os munícipes interessados no crédito emergencial e que se enquadram nos requisitos devem comparecer à sede do banco, localizada junto à Sedepp (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico), na Rua Marrey Júnior, 250, no Jardim Bongiovani, de segunda a sexta, das 8 às 13h.

Documentação necessária

- CNH (Carteira Nacional de Habilitação) ou RG e CPF (Cadastro da Pessoa Física) dos sócios e dos cônjuges (se houver) ou documento oficial com foto;

- Inscrição CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) emitido pelo site da Receita Federal;

- Quando houver, inscrição estadual;

- Quando houver, inscrição municipal;

- CND (Certidão Negativa de Débitos) emitida pelo site da Receita Federal;

- CRF (Certificado de Regularidade do FGTS) emitido pela Caixa Econômica Federal;

- Certidão de casamento do cliente e, caso tenha, dos sócios. Nos casos de separação ou viuvez, apresentar devidas certidões e, caso declare união estável, apresentar documento que a comprove;

- Comprovante recente menos de 90 dias de endereço em nome da empresa ou, na ausência, do responsável (água, luz ou telefone);

- Cartão de conta bancária ou extrato em nome da empresa ou em nome do sócio que receberá os recursos;

- Orçamento do bem a ser financiado que conste o nome do fornecedor ou da razão social, o número do CPF ou CNPJ, endereço e telefone, além da descrição detalhada dos bens, serviços ou mercadorias a serem financiadas e a forma de pagamento à vista. Para capital de giro, em substituição, podem ser aceitas cópias das notas fiscais de compras dos últimos três meses, em substituição ao orçamento;

- Comprovante de Renda (Pró-Labore de 3 meses ou extrato bancário de 90 dias ou IRPF);

- Plano de Negócio, para início de atividade;

- Certificado do curso em um dos programas Empreenda Rápido ou Empreenda Mulher.

Veja também