Batata-doce: sinônimo de versatilidade

EDITORIAL - DA REDAÇÃO

Data 23/07/2020
Horário 04:35

Ela faz muito sucesso no meio fitness juntamente com o frango, seu “par perfeito”. Mas, muito mais do que fazer parte do cardápio dos marombeiros de plantão, a batata-doce surpreende pela sua versatilidade. E sua aposta está, justamente, em sua cadeia produtiva: imaginem só, ela pode ser matéria-prima até mesmo de cerveja! Isso sem contar nas inúmeras delícias que levam a batata-doce como ingrediente principal.
Não é à toa que a Prefeitura de Presidente Prudente apostou no tubérculo para fazer uma feira tecnológica inteiramente dedicada a ele. A Batatec teve início em 2018, com palestras e espaços técnicos, reunindo empresários, empreendedores, técnicos, consultores, produtores rurais, profissionais ligados ao agronegócio, estudantes de graduação e, claro, a população em geral. Um verdadeiro sucesso!
Você sabia que a região do oeste paulista figura no topo do ranking estadual como maior produtora da cultura? Existe, no entanto, a possibilidade de expandir muito mais, em busca de maior qualidade e produtividade. E tudo isso depende, certamente, de pesquisas. Na edição de ontem deste diário, os leitores puderam conhecer um pouco mais a respeito dessa cultura, que tem tudo para transformar a região em um polo gerador de riquezas, emprego e renda – tudo isso a partir da batata-doce! 
Pesquisadores da Unoeste (Universidade do Oeste Paulista) sabem de todo esse potencial, e vêm desenvolvendo estudos para aprimorar e fomentar essa cultura em solos regionais. E é disso que a região precisa para trilhar o caminho do sucesso e desenvolvimento: cabeças pensantes, união de esforços de instituições públicas e privadas e muita boa vontade. A realização dessas pesquisas e a idealização e concretização da Batatec vai ao encontro disso!
A região do oeste paulista tem tudo para se tornar uma grande locomotiva, desbravando novos rumos e retomando vocações, que já trouxeram muito orgulho a seus moradores. Precisamos reconhecer nosso valor e lutar para sedimentarmos nosso espaço entre os grandes geradores de riqueza e prosperidade do Estado e do país. Avante!

Veja também