Beato Carlo Acutis inspira jovens católicos da região 

Uma dessas pessoas é Graziela da Silva Santana, que pertence a Paróquia São Miguel Arcanjo, de Piquerobi: “Um jovem como nós, a história dele me comoveu”

VARIEDADES - WEVERSON NASCIMENTO

Data 13/11/2020
Horário 03:50
Vaticano News - Carlo Acutis foi beatificado pela Igreja Católica em outubro deste ano
Vaticano News - Carlo Acutis foi beatificado pela Igreja Católica em outubro deste ano

“Estar sempre com Jesus, este é o meu projeto de vida". Com estas poucas palavras, Carlo Acutis esboça a distinta característica de sua breve existência: viver com Jesus, por Jesus, em Jesus. Há quase um mês, o italiano, conhecido como padroeiro da internet, foi beatificado pela Igreja Católica após esta reconhecer um milagre realizado pelo rapaz a um menino brasileiro. O caso repercutiu em toda a imprensa internacional e comoveu fiéis do mundo todo. Na região de Presidente Prudente, há inclusive seguidores do religioso. 
Uma dessas pessoas que se inspira no beato é a jovem Graziela da Silva Santana, que pertence a Paróquia São Miguel Arcanjo, de Piquerobi. Recentemente, ela recebeu um fragmento da roupa de Carlo, a qual a igreja considera como uma relíquia de 2° grau.
De acordo com portal oficial da Santa Sé, o Vaticano News, Carlo Acutis viveu intensamente o amor, a misericórdia e a caridade. Gostava de brincar com os amigos, mas suas lições marcaram profundamente todas as gerações: a certeza de seu coração era a fé que o animava e o fortalecia dia após dia numa espiritualidade encarnada e transcendente. Sendo um jovem que gostava de praticar esportes, brincar com os amigos e jogar bola, demonstrou que é possível viver a santidade sendo autêntico, e hoje desperta nos jovens o desejo de viver a alegria e a busca de uma vida de intimidade com Deus.
No caso de Graziela, ela descreve que conheceu a história de Carlo através do amigo, a qual considera como irmão, Robson Xavier. “Ele tinha visto na internet e procurou saber mais sobre o Carlo, aí ele me contou sobre a beatificação e o milagre que ele concedeu a uma família brasileira”, recorda. “A história me comoveu por ele ser um jovem como nós – vestido de calça jeans, usando tênis e fazendo coisas de jovens – e isso me despertou muito, pois é uma inspiração para nós católicos. Além disso, nos leva a crer que podemos ser santos sem deixarmos de ser jovens”, complementa. 

Processo de beatificação

O portal oficial da Santa Sé relata que Carlo Acutis nasceu em Londres em 3 de maio de 1991. Aos 7 anos de idade, recebeu sua primeira comunhão e iniciou um processo de descoberta do valor inestimável da participação diária na Santa Missa e da adoração ao Santíssimo Sacramento, uma prática antes e após a celebração. Carlo, inclusive, recebia diariamente a comunhão. No entanto, uma breve doença interrompeu sua vida neste plano, mas proporcionou outra cheia de graça. O jovem morreu de leucemia aos 15 anos, em Monza, na Itália, em 12 de outubro de 2006. 
No dia 12 de outubro de 2013, no Mato Grosso do Sul, no momento da benção com sua relíquia, aproximou-se um garoto, levado por seu avô e que sofria do drama do pâncreas anular, que trata-se de uma anomalia congênita rara. Essa enfermidade fazia com que a criança vomitasse todo tempo o que a deixava fraca e muito abatida, pois tudo o que comia, voltava, inclusive, líquidos. Na fila da benção, a criança ao tocar na relíquia, espontaneamente faz seu pedido “para parar de vomitar”, e assim aconteceu, não vomitou mais. Em fevereiro de 2014, a família mandou fazer novos exames do garoto e foi-lhe constatado a plena cura.
Esse milagre, aprovado pelo Vaticano e oficialmente reconhecido pelo papa Francisco, levou o jovem Carlo à beatificação. Ele foi declarado "venerável" em 5 de julho de 2018. Quase um ano depois, seus restos mortais foram transferidos para Assis (Itália) onde foi beatificado no último mês. A data de celebração do jovem beato passa a ser 12 de outubro, a mesma data em que se celebra o Dia de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil.

Foto: Cedida

Fragmento da roupa de Carlo, considerado como uma relíquia de 2° grau

Veja também