Café da Pecuária & Agronegócio

João Menezes de Souza Neto

COLUNA - João Menezes de Souza Neto

Data 13/11/2021
Horário 06:30

GTEPS – Chá da Pecuária: Dia 22 de novembro, teremos o Chá da Pecuária, presencial, no Anfiteatro da Sicredi Regional. O evento terá transmissão ao vivo nos canais no YouTube e Facebook. O tema será "Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) no Oeste Paulista", com a engenheira agrícola Andreza Cruz, técnica de sementes da Soesp (Sementes Oeste Paulista).

Pecuária 222: O algodão também é uma cultura que pode ser utilizada na integração Lavoura Pecuária (iLP), pois a cultura tem muita tecnologia envolvida e proporciona bom preparo de solo e adubação residual que proporcionará boa formação das pastagens em sucessão. Além dos benefícios no campo, a cultura ainda proporciona coprodutos bastante interessantes na alimentação de bovinos nas regiões produtoras, tais como farelos, o próprio caroço e o capulho.

E os preços? SP - R$ 297 – 300 / @ (AgroBrazil – 11/11). Média Cepea (11/11) - R$ 294,80. B3 (11/11): Nov./21. – R$ 303,55; Out/22 - R$ 329,15; Bezerro – R$ 2.712,97(Cepea – 11/11). Boi casado (atacado) – R$ 19,10/kg (AgroBrazil–11/11). Contrafilé – R$ 47,95 (sitemercado.com.br – Supermercado Estrela –11/11). Leite - R$ 2,36 (Cepea –Out./21). Milho – R$ 83,98 e Soja – R$ 154,74 (Assis – Grão Direto –11/11). Um boi (16,5 @) compra 1,79 bezerros e uma @ de boi compra 3,51 sacos de milho e 1,91de soja.

iLPF na COP26! Abílio Pacheco, pesquisador da Embrapa Florestas e produtor rural, apresentou no Pavilhão Brasil os resultados da iLPF, pois além de grãos, o sistema de produção é intensivo e produz 18 arrobas de boi e 45 m³ de madeira por hectare/ano na mesma área”(tecnicodeagronegocio.blogspot.com).

Manejo pós-formação! Em pastagens bem formadas não é necessário esperar a planta produzir sementes, a pastagem pode ser usada rapidamente e deve-se evitar o problema de acamamento, porém o super pastejo deve ser evitado e o uso de herbicidas quando houver plantas daninhas é indicado. (canalpecuarista.com.br).

Uso de defensivos! O Brasil está em 25o lugar! Considerando o volume total de defensivos agrícolas, o Brasil ocupou o 3º lugar em 2018, ficando atrás da China e dos EUA. No entanto, ao se examinar o consumo de defensivos por hectare, o Brasil cai para o 25º lugar (twitter@PaniagoRodrigo).

Consumo de carne! Segundo o secretário de Agricultura dos EUA, Thomas Vilsack: “Não acho que temos que reduzir a quantidade de carne ou gado produzido nos EUA. E uma porcentagem significativa é exportada. Não é uma questão de comer mais ou menos ou produzir mais ou menos. A questão é tornar a produção mais sustentável “. É só copiar o Brasil, a carne mais sustentável do mundo!
 

Veja também