Carreira futebolística de Beto Benites é destacada pela Semepp

Mais uma figura lembrada pela pasta que vem homenageando durante este período de pandemia, uma vez que, todas as suas atividades estão suspensas

Esportes - OSLAINE SILVA

Data 30/06/2020
Horário 06:00
 Arquivo Pessoal - “Sou grato a Deus por toda essa riqueza [amigos e família]”, agradece Beto Benites Foto:  Arquivo Pessoal - “Sou grato a Deus por toda essa riqueza [amigos e família]”, agradece Beto Benites

Memória Esportiva! Seguindo as orientações da OMS (Organização Mundial de Saúde) e do decreto municipal 30.731/2020, a Semepp (Secretaria Municipal de Esportes) de Presidente Prudente, segue com suas atividades suspensas. E, continua também com suas homenagens, neste período de pandemia, a figuras que marcaram o esporte prudentino em alguma época.

Começando a semana, a pasta traz como homenageado José Roberto Benites, conhecido carinhosamente como Beto Benites, uma pessoa muita querida por aqueles que convivem com ele. Sua carreira futebolística começou aos 15 anos, jogando o Campeonato Amador Juvenil Guarani da Vila Formosa, em 1967.

No ano de 1970, aliás, ano do Tri-Campeonato do Brasil, no México, começa sua carreira no futebol profissional. “Em 73 fiz reversão para atleta amador, voltando a colaborar com o Corinthinha de Prudente nos anos de 77 e 78. Outro esporte que joguei e gosto muito também foi o futsal, mas só para treinos”, lembra Beto Benites.

Falando um pouco sobre a volta do futebol profissional de alto rendimento, Beto diz que está na torcida, mas sabe que com o momento que os times estão passando, em todo o país, não será fácil. “Temos ai o Grêmio Prudente, que agora está no comando de novos gestores, e por isso estamos torcendo para que possamos voltar um dia a figurar no cenário estadual”, comentou.

 

Mais que uma paixão

Para Benites não há riqueza maior que o futebol! Isso porque segundo ele, foi através dele que conquistou seus amigos, e em junho de 1970 conheceu sua esposa nos jogos Regionais de Lençóis Paulista. “Eu jogando futebol e ela vôlei e basquete. Sou grato a Deus por toda essa riqueza [amigos e família] que conquistei na minha trajetória esportiva”, agradece Benites.

Ele lembra de uma história que o marcou muito, nos anos de 77 e 78 quando voltou a jogar.  Ele não podia treinar com os atletas, pois trabalhava. Então, para ter condições físicas para os jogos, ia correndo de sua casa, que ficava atrás do Tênis Clube, até o seu local de trabalho, na CAIC em frente ao Recinto Exposição Jacob Tosello.

“Um conselho que eu daria para ser um vencedor é ter humildade, ser muito dedicado, sonhar sempre, pois é assim que conseguimos atingir nossos objetivos. Quero ressaltar que estou com 67 anos, aposentado, mas ainda trabalhando, há 33 anos, na Cooperativa Agropecuária de Presidente Prudente. Quero aproveitar e agradecer ao secretário de esporte Claudinei Quirino por esta importante homenagem”, agradece Beto Benites, que é casado com Neusa, com quem dois filhos, José Roberto, 44 anos e Luciana, 42, que inclusive foi atleta de ginástica artística da Semepp, na década de 90.

 

Legado de pai para filho

De tantas homenagens já recebidas, Beto lembra com muita gratidão de ter o nome do seu pai ao ex- clube do Itaú no Jardim Itapura, hoje denominado CEAB (Centro Esportivo “Antonio Benites”). “Pra mim foi a maior gratidão, pois ele era um esportista super apaixonado. Meu pai foi um dos fundadores do Guarani da Vila Formosa, juiz de futebol, fez parte da comissão julgadora da Liga Prudentina. Estava sempre presente aos domingos nos estádios Caetano Peretti ou Parque São Jorge. Meu pai deixou um legado de perseverança e determinação para a cidade de Prudente. Foi um verdadeiro amante do Esporte”, disse Beto orgulhoso do seu pai. (Com Marcos Chicalé)

 

CONQUISTAS

- 1967 - Campeão amador pelo Atlas Telefônica;

- 1968 - Amador Corinthians;

- 1970 - Seleção Amadora em Lençóis Paulista;

- 1973 / 75 / 76 Guarani da Formosa;

- 1977 - Campeão de quadrangular e

- 1978 - 4° lugar na Divisão Intermediária pelo Corinthians.

 

“UM CONSELHO QUE EU DARIA PARA SER UM VENCEDOR É TER HUMILDADE, SER MUITO DEDICADO, SONHAR SEMPRE, POIS É ASSIM QUE CONSEGUIMOS ATINGIR NOSSOS OBJETIVOS

Beto Benites

 

Veja também