Publicidade

Carta de uma grávida para seu bebê

Querido bebê, como está? Gostaria muito que chegasse logo o dia de seu nascimento. Aqui já aprontei tudo para sua chegada. Desde que tivemos a notícia do teste positivo, e que grávida estava, só pensamentos em você e em mais nada.

Des-foquei do exterior e interiorizada fiquei. Eu e você, você e eu. Seu pai também, claro. Mas ele entendeu que era nosso momento. Você não tem ideia da alegria, euforia e emoção, quando empurra com suas mãozinhas ou pezinhos tentando comunicar-se comigo. Queria dizer-lhe algumas coisinhas que estão me angustiando, sei que ainda é muito pequenininho para entender, mas deve estar sentindo que algumas sensações mudaram.

Sim, estou muito preocupada. Aqui fora, estamos vivendo um momento atípico, jamais vivenciado antes. Estamos submetidos ao isolamento social devido uma pandemia do coronavírus de origem chinesa. Sim, da mesma marca de seus objetos que comprei para você, parece que tudo vem de lá. Todos aqui fora estão angustiados, vivendo incertezas, dúvidas e muito medo. É um bichinho pequenino e invisível que, segundo falam, provocam muitos sintomas, como nariz escorrendo, tosse, febre e alguns mais graves, como pneumonia ou dificuldade para respirar. Em casos mais raros, pode ser fatal.

Idosos e pessoas com outras condições médicas (como asma, diabetes e doença cardíaca) são mais vulneráveis a quadros graves. Desde que toda essa situação alarmante está no ar, saí do ar, meu querido bebezinho. E agora? Que ambivalência! Estou feliz e infeliz. Sinto euforia para chegar logo o dia do seu parto. Preocupação e ansiedade para que o dia de seu nascimento adiado seja. Ah! Desejo que nasça em outra ocasião. O mundo aqui fora é lindo. O sol, mar, flores, plantas, lua, sua casa, quartinho, mamãe e papai são mágicos. Queria apresentar para você, tudo e em breve. E agora?

Os hospitais e seus médicos estão também ocupados com esses vírus. Agora o foco é o combate do Covid-19 com isolamento social. E eu tenho que lhe proteger. Estou angustiada e feliz, triste, ansiosa e desesperada. Você deve estar sentindo todo o meu estado mental agora, não é mesmo? Prometo não poupá-lo da realidade em que vivemos. E é bom que desde cedo inicie o processo de tolerância às frustrações. Até mesmo os nossos governantes estão perdidos. Aqui fora estamos vivendo um caos, como desejar que você nasça? Fique mais um pouco dentro de mim, mesmo sabendo que é impossível.

 

 

Veja também