Cerca de mil animais devem ser avaliados na 24ª etapa do Circuito Nelore de Qualidade 2021

Cristiano Machado

COLUNA - Cristiano Machado

Data 18/11/2021
Horário 06:40
Foto: Divulgação
Até o fim do ano, mais de 20 mil animais devem ser avaliados
Até o fim do ano, mais de 20 mil animais devem ser avaliados

Iniciada ontem, a 24ª etapa do Circuito Nelore de Qualidade será finalizada nesta quinta-feira, no frigorífico Friboi, em Andradina (SP), a 177 km de Presidente Prudente, no noroeste paulista. Devem ser avaliados cerca de 1.000 animais. Com apoio de Friboi e Matsuda Sementes e Nutrição Animal, a etapa é organizada pela ACNB (Associação dos Criadores de Nelore do Brasil) e APCN (Associação Paulista dos Criadores de Nelore).
“Assim como em Lins, os neloristas de Andradina e região devem fornecer animais de extrema qualidade para avaliação. São iniciativas como essa que atestam a qualidade da pecuária paulista. Os produtores do Estado têm realizado ótimos trabalhos e queremos cooperar para enriquecer ainda mais os processos”, diz Gustavo Callejon, assessor técnico da ACNB.
Neste ano, o Circuito conta com mais um campeonato nacional: “Melhores Lotes de Carcaças de Animais com Pai Identificado”, com a participação de progênies de touros identificados. Trata-se de mais uma oportunidade para comprovar a qualidade da genética selecionada.
Outra novidade é a Medalha Ouro Branco, que valoriza os lotes de fêmeas com até quatro dentes incisivos permanentes (d.i.p.) e machos castrados com até dois d.i.p., com cobertura de gordura na carcaça mediana ou uniforme e peso de carcaça quente entre 16 e 25 arrobas.

Circuito Nelore de Qualidade
Realizado pela ACNB, o circuito fortalece e promove a genética e a carne Nelore, contribuindo para elevar a produtividade da pecuária nacional. É promovido desde 1999. Até o fim do ano, mais de 20 mil animais devem ser avaliados. (Com informações da Texto Comunicação) 


"A expectativa do voto de desempate do ministro Dias Toffoli é muito boa. A decisão vai impactar positivamente para todo o agronegócio. Com um resultado positivo, vai se retirar um passivo muito grande em relação aos adquirentes/frigoríficos".
Fabriccio Petreli Tarosso, advogado da Abrafrigo, na ADI 4.395, que pede a inconstitucionalidade do Funrural, em entrevista ao “Agro & Negócios”, domingo, às 7h, na Rádio 101 FM de Prudente, sobre o tema. Confira a íntegra no www.norteagropecuario.com.br 

Não-notícia (de R$ 866,7 mil) cercada de interrogações

Na semana passada, a assessoria de comunicação do deputado estadual licenciado Itamar Borges, que ocupa a Secretaria da Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, divulgou por e-mail à imprensa a seguinte notícia: “Estrada de Presidente Prudente é beneficiada pelo programa “Melhor Caminho””. 
A foto usada é de uma recente cerimônia do programa na região. Na imagem estão, entre outros, o titular da Agricultura e o governador João Doria. Esse comunicado à imprensa foi enviado, por e-mail, às 19h de segunda-feira, dia 8. Foi composto por 214 palavras, 1.338 caracteres em 21 linhas de texto. 
Porém, o material não trazia nenhuma letra sobre informações básicas do assunto como, por exemplo: Qual estrada de Prudente foi beneficiada? Quais investimentos? Quais benefícios? A coluna solicitou o detalhamento, que só foi enviado 47 horas depois (sim, quase dois dias completos). E são essas: 
Que estrada é essa? A resposta da assessoria: “PSP 020 (5,76 km)”. Complementando: fica nas proximidades do Conjunto Habitacional Ana Jacinta. 
Qual o investimento? “R$ 866.700,00”. 
Questionamos quais benefícios seriam estes. O que foi respondido: “Segundo a Prefeitura local (responsável pela estrada municipal) nos informa, tratam-se de melhorias porque atualmente o caminho tem trechos estreitos, é um local onde muitas famílias residem, circulam diariamente caminhões e carros no local, além de servir como estrada para escoamento de produção das culturas/plantares locais”. 
Por fim, questionamos o que, de fato, foi feito. Eis o que nos foi informado: “Foi realizado o levantamento físico, elaborado o projeto e a licitação está em andamento”.

Prefeitura de Prudente 
Uma pequena contradição foi detectada. A assessoria do deputado licenciado que exerce o cargo de secretário divulgou que se trata do programa “Melhor Caminho”. Já a Prefeitura de Prudente informou que se trata do “Rotas Rurais”. 
Entretanto, os dados mais substanciais foram fornecidos mesmo pela Prefeitura de Presidente Prudente que, de fato, esclareceu o fato. Segundo comunicado enviado ao Oeste Agropecuário, a estrada é conhecida como "Km 9" e está localizada nas proximidades do Morada do Sol e Residencial Bello Galindo, na zona norte da cidade. 
A gestão municipal informou ainda que "a cidade de Presidente Prudente, por meio da Seagri (Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento), foi contemplada com o programa ‘Rotas Rurais’ da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. De acordo com o secretário da pasta, Maurício Nabhan, o repasse será destinado à recuperação do trecho mais comprometido de uma estrada rural localizada na altura do km 9 da Raimundo Maiolini, entre o bairro Morada do Sol e o distrito de Montalvão. É uma estrada utilizada para o escoamento da produção de batata-doce, laticínios e hortifrutigranjeiros, que há muitos anos têm recebido reivindicações para sua melhoria".

Divulgação/AgriculturaSP

Posteriormente, foi informado que se trata da PSP 020; Prefeitura de Prudente esclareceu as dúvidas 
 

Veja também