Com calor, consumo de energia  aumenta: saiba como economizar

Dentre os aparelhos vilões estão o chuveiro, ferro de passar roupa, geladeira e ar-condicionado; mestre em bioenergia, Nilmaer Souza, dá dicas que podem ser adotadas no dia a dia para minimizar gastos

PRUDENTE - OSLAINE SILVA

Data 25/10/2020
Horário 09:30
Oslaine Silva - Acumule uma quantidade significativa de roupas para passar
Oslaine Silva - Acumule uma quantidade significativa de roupas para passar

Por conta do calor que vem fazendo nas últimas semanas em Presidente Prudente e região, é natural que as pessoas aumentem o consumo de energia, uma vez que deixam ventiladores e ares-condicionados ligados durante mais tempo, abrem a geladeira com mais frequência, tomam mais banhos durante o dia, entre outros hábitos. No entanto, há atitudes que podem ser adotadas no dia a dia para minimizar o consumo. E para falar a respeito sobre isso, a reportagem conversou com alguém que realmente entende do assunto, Nilmaer Souza, 39 anos, que é mestre em bioenergia, professor universitário em cursos de graduação e pós-graduação na Unoeste (Universidade do Oeste Paulista), consultor empresarial expert em gestão de energia há mais de 20 anos, tendo prestado serviços para distribuidoras de energia elétrica por 15 anos. 
“Isso tudo é uma realidade. As temperaturas influenciam muito os hábitos de consumo. No entanto, se planejarmos bem o nosso dia, há sempre o que melhorar. Os aparelhos de refrigeração, por exemplo, funcionam assim. Precisam trabalhar mais para manterem as temperaturas programadas: geladeiras, frízeres, ares-condicionados, dentre outros”, explica o especialista. 
Dentre os vilões que a maioria tem dentro de casa, e geralmente usa de maneira incorreta, Nilmaer cita o chuveiro elétrico, ferro de passar roupa, geladeira e aparelhos de ar-condicionado. “Não podemos nos esquecer, também, de aparelhos ligados e standby. Consomem pouco, mas como ficam assim por muito tempo, isso faz diferença”, salienta. 

Como evitar o consumo alto do ar-condicionado?

Nilmaer destaca que com a popularização do ar-condicionado, é preciso ficar atentos à forma correta de utilizá-lo. Primeiro, jamais se deve comprar um equipamento sem consultar um técnico. O dimensionamento adequado da máquina X o ambiente é um fator importante de economicidade. A instalação elétrica deve ser feita, também, por um especialista. 
“Procure colocar o equipamento para funcionar em temperaturas entre 23 e 24 graus. Ergonomicamente falando, é o adequado. Confira se o controle remoto está no modo cool – refrigeração”, orienta o mestre em bioenergia, dando na sequência uma dica de ouro: “retire os filtros frontais do seu aparelho de ar-condicionado e lave-os a cada 30 dias, no máximo. Contrate um técnico especializado para lavar o seu aparelho por dentro a cada seis meses. Essa providência aumenta a vida útil da máquina, faz com que haja um gasto significativamente menor de energia e, sobretudo, previne doenças alérgicas, processos infecciosos nas vias respiratórias. Assim, você não fica doente e não gasta com medicação. Acredite. É a nossa dica de ouro de hoje!”, reforça o consultor empresarial.

DICAS IMPORTANTES

Chuveiro elétrico: Banhos mais curtos; limpe a base do chuveiro com periodicidade (os furinhos por onde passa a água); utilize a chave na posição verão ou desligado, quando possível. Dica de segurança: nunca vire a chave com o chuveiro ligado. Isso pode dar choque, danificar o equipamento e até matar! Se possível, pense na possibilidade de utilizar aquecimento solar para o chuveiro. É um investimento viável.

Ferro de passar roupa: Acumule uma quantidade significativa de roupas para passar. Evite ligar o ferro para passar poucas quantidades.  Tecidos que necessitam menor quantidade de calor para passar podem ser deixados para o final, após desligar o ferro.

Geladeira: ajuste o termostato para a condição climática do ano (verão/inverno). Faça degelo com periodicidade. Estabeleça uma rotina. Não forre as partes internas da geladeira. Deixe as grades livres. Não coloque roupas para secar na parte de trás da geladeira. Isso é um perigo! Procure não ficar abrindo a geladeira a todo instante. Pense no que tem de pegar e o faça de uma só vez. 

MITO OU VERDADE?
Guardar alimentos quentes na geladeira faz ela trabalhar mais? Nilmaer responde!

VERDADE! Jamais coloque alimentos quentes na geladeira. Isso vai forçar o motor a trabalhar mais e, por consequência, gastar mais. Quero aproveitar e dar mais dicas: importante lembrar ao consumidor residencial que, quando o consumo de energia elétrica de uma residência ultrapassa os 200 kWh/mês, a alíquota do ICMS [Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços] salta de 12% para 25%. Esse imposto, calculado por dentro, afeta muito o custo final da conta de energia [veja o gráfico]”, revela. 

 ALÍQUOTAS DO ICMS

Fonte: Decreto 45.490/2000-RICMS

Foto: Cedida

especialista dá dicas sobre como economizar energia elétrica
Nilmaer é consultor empresarial expert em gestão de energia há mais de 20 anos

Foto: Oslaine Silva

especialista de presidente prudente dá dicas de como economizar energia elétrica
Dimensionamento adequado do ar-condicionado X o ambiente é um fator importante de economicidade

Veja também