Conselho consultivo

JOSÉ COSTA

COLUNA - JOSÉ COSTA

Data 28/10/2021
Horário 03:36

A Divisão E1 da Região E, do Distrito LC 8, que engloba Lions Clubes de Osvaldo Cruz, Lucélia, Adamantina, Flórida Paulista, Pacaembu e Irapuru, esteve reunida na segunda-feira em Pacaembu para discutir diversos assuntos ligados a cada clube. Essas reuniões ocorrem quatro vezes durante o ano e servem para que cada clube apresente seus trabalhos, que podem ser aproveitados pelos demais em suas respectivas comunidades. Aqueles órgãos são presididos respectivamente por Solangi Olher do clube de Lucélia e Neideval Veri do clube de Pacaembu. Ambos representam o governador do distrito, Hélio Ruiz, do Lions Clube de Lins.

PRAÇA DE PEDÁGIO
A Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425) deve receber seis novas praças de pedágio, de um total de 10 novas praças de cobrança, em um novo lote de concessões de rodovias paulistas feito pelo Governo do Estado de São Paulo, denominado “Lote Noroeste Paulista”. Uma das novas praças de pedágio deverá ser instalada em Rinópolis, no trecho entre aquele município e Parapuã. O fato já gerou descontentamento por parte de motoristas da região, diante do grande número de praças que estão sendo instaladas na Nova Alta Paulista. 

PLANO B
Um motorista falou à Coluna que praças de pedágios na Nova Alta Paulista, para ele, não é obstáculo, pois consegue alternativas para livrar-se das mesmas. Embora tenha que utilizar alguns trechos de terra, ou andar um pouco mais, ele consegue transitar de Adamantina, sua cidade, até Panorama, sem pagar pedágio, e isso é feito pelos menos três vezes por semana a trabalho. Pelo fato de que a região é formada por muitas pequenas propriedades, o uso do plano B é infalível. Ele indagou do destino dos valores cobrados a título de IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores).

LEILÃO
O leilão em prol da Santa Casa de Dracena com renda destinada à compra do tomógrafo computadorizado, e do aparelho de gasometria, foi realizado com êxito neste domingo e surtiu um bom resultado financeiro. Em nome da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia e Maternidade de Dracena e do Grupo de Voluntários, agradecemos aos doadores, aos compradores, colaboradores da Santa Casa e AME (Ambulatório Médico de Especialidades), ambos de Dracena (os funcionários que atuaram voluntariamente, os membros da Irmandade, os agentes de segurança, os transportadores, o pessoal do manejo, os médicos veterinários e os profissionais da locução).

LAMA ASFÁLTICA
A Prefeitura de Adamantina assinou o termo de recebimento em doação do DER (Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de São Paulo) – regional de Presidente Prudente, de uma usina de lama asfáltica e um motor estacionário. De acordo com o secretário de obras, Wellington Zerbini, a máquina possibilitará que os serviços de recapeamento que são executados ganhem agilidade e qualidade, facilitando em muito as melhorias no município.  

DISTRITO INDUSTRIAL
O Distrito Industrial IV está recebendo os 42 empreendedores em plena fase de instalação das suas empresas em Junqueirópolis, com investimentos avaliados em mais de R$ 45 milhões e geração de empregos que podem ultrapassar 600 novos postos de trabalho diretos, o que está ocorrendo com as edificações que proporcionam a geração de emprego e renda nas construções. Por sua vez, a Prefeitura, através do PDM (Plano de Desenvolvimento Municipal), realiza ações no Distrito Industrial IV, dando assistência aos empresários, com a execução da infraestrutura para pavimentação asfáltica, proporcionando investimentos que podem chegar a R$ 2 milhões através de emendas parlamentares e contrapartida do município.

ESCRITURA
Os moradores dos Conjuntos Habitacionais Canto do Uirapuru I e II, que já quitaram seus imóveis, podem procurar o Cartório de Registro de Imóvel da Comarca de Pacaembu, para obter a escritura definitiva.  Após 27 anos, sem nada ter sido providenciado, agora o prefeito Ademar Calegão (DEM), através de sua diretoria jurídica, e em parceria com a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) conseguiu solucionar o problema, efetuando o registro de toda a área. Os beneficiários, que estão desde o início residindo em seus imóveis, podem efetuar os registros, e os terceiros que adquiriram as casas de outras pessoas e que as mesmas já estejam quitadas, devem dirigir-se à CDHU em Presidente Prudente para regularizar a situação cadastral para posterior registro. Ademar Calegão, mais como Mazinho, diz que o problema existe há décadas e somente agora, diante dos clamores dos moradores, envidou todos os esforços no sentido de dar mais tranquilidade e segurança jurídica aos 248 proprietários.
   
FILOSOFANDO EM TROVAS
Se alguém pensar que estou
desiludido e cansado,
pode seguir seu caminho,
pois parou no homem errado.
(José Costa)

Veja também