CPI-8 celebra 12 anos de exercício na região

Solenidade, realizada na manhã de ontem, homenageou policiais que se destacaram em 2016, e fez prestação de contas

PRUDENTE - ANDRÉ ESTEVES

Data 24/01/2017
Horário 08:50


O CPI-8 (Comando de Policiamento do Interior) completou, no domingo, 12 anos desde a sua implantação em Presidente Prudente e região. Em virtude disso, autoridades reuniram-se, na manhã de ontem, na sede do 18º BPM/I (Batalhão de Polícia Militar do Interior), para comemorar a data. Além de homenagear os policiais militares que se destacaram durante as atividades do último ano, a solenidade também divulgou os números operacionais referentes a 2016, os quais revelaram que, por dia, a PM efetuou, em média, nove prisões e apreendeu 14 quilos de drogas, uma arma de fogo e duas armas brancas (facas).

Jornal O Imparcial Policiais e familiares comemoraram os 12 anos do CPI-8, na manhã de ontem, em Prudente

Ainda conforme o balanço, ao longo do ano, o telefone de emergência (190) recebeu cerca de 800 mil ligações, resultantes em 177 mil ocorrências atendidas pela PM, o que representa aproximadamente 500 ocorrências por dia. Durante as operações e abordagens, foram feitas 241 mil buscas pessoais e 226 mil condutores de veículos foram fiscalizados, acarretando a prisão de 381 motoristas por embriaguez ao volante e 1.275 autuações pela infração correspondente ao mesmo delito.

No mesmo período, houve a prisão de 2.505 criminosos em flagrante delito, 763 por mandado de prisão e 1.676 adolescentes sindicados. Além disso, a PM apreendeu 243 armas de fogo, 617 armas brancas e 5,1 mil quilos de drogas e recuperou 416 veículos furtados ou roubados. Quanto aos números relativos ao Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência), cerca de 16 mil crianças de escolas públicas e privadas foram beneficiadas com o programa.

 

Atuação integrada

Fazendo um resgate histórico do CPI-8, desde a sua instalação em Presidente Prudente, o coronel Francisco Batista Leopoldo Júnior lembra que o município já havia contado outrora com um comando regional, mas que, em determinado momento, a subordinação foi passada para Bauru (SP). Durante o tempo em que lá esteve em vigência, havia a reivindicação de retornar o comando para Prudente, por ser esta uma região "muito expressiva e forte".

Com o objetivo de atender a essa demanda, implantou-se, em janeiro de 2005, a unidade em Prudente, onde todos os problemas de segurança passaram a ser tratados. Hoje, o Comando de Policiamento do Interior é responsável pela gestão da polícia ostensiva e preservação da ordem pública em 54 cidades do oeste paulista, por meio de três batalhões territoriais, que englobam, além do 18º BPM/I, o 25º BPM/I da região de Dracena e o 42º BPM/I da região de Presidente Venceslau. "O CPI-8 estabelece uma linha de atuação igual para todas as regiões: a de respeito às pessoas e integração com todos os segmentos da sociedade, somando esforços e jamais dissipando energias, a fim de proporcionar melhores condições de vida em termos de segurança pública", denota.

Segundo o coronel, o maior desafio para 2017 é manter os índices criminais da região como os menores do Estado, a exemplo dos resultados anteriores. "Continuamos a ser a região que tem mais assentamentos e o maior número de presídios e, consequentemente, maior população carcerária. No entanto, temos também os menores indicadores criminais, os quais precisam ser mantidos e, quiçá, melhorados", expõe. Para isso, ele destaca a atuação integrada das polícias, do MPE (Ministério Público do Estado), do Poder Judiciário e da sociedade.

 

Veja também