Elly Guimarães canta hoje no Múltiplos Sons [em casa]

Acompanhada de um de seus músicos, Rodrigo Dias, cantora é atração do projeto que, por conta da pandemia, tem ocorrido pelas redes sociais do Sesc Thermas

VARIEDADES - OSLAINE SILVA

Data 01/08/2020
Horário 08:00
Cedida - Emocionada com o convite, Elly Guimarães gravou seu show/live semana passada, em sua casa Foto: Cedida - Emocionada com o convite, Elly Guimarães gravou seu show/live semana passada, em sua casa

A atração do Múltiplos Sons [em casa] de hoje, às 16h, é Elly Guimarães, acompanhada de um de seus músicos, Rodrigo Dias. O projeto do Sesc Thermas de Presidente Prudente, que é realizado há 13 anos, precisou ser reinventado diante da pandemia. Assim, os sábados têm pocket shows com artistas locais que gravam em seus cantinhos e depois são transmitidos ao público pelas redes sociais da unidade. 
Elly Guimarães, por exemplo, gravou seu show/live na quarta-feira da semana passada em sua casa. Segundo ela, por conta da pandemia, é preciso evitar aglomerações, mesmo entre os músicos. Assim, fez algo bem acústico, cantando uma média de dez canções de Ivone Lara a Beth Carvalho, Zeca Pagodinho, Cartola, entre outros. 
“Escolhi músicas que ficassem legais na voz e violão. E fáceis para que o público em casa pudesse interagir, cantar junto. Por quê? Porque o samba precisa de um cavaco, de um peso, uma percussão e como era algo rápido, tive que escolher as músicas a dedo para que ficasse um show bonito. Nesse repertório, tem, inclusive, uma composição minha, ‘Procura-me’ e outra do Jotacê [Cardoso], ‘Cotidiano’”, expõe Elly Guimarães.

“MESMO SENDO GRAVADO ANTES E TRANSMITIDO ON-LINE, SABEMOS QUE PESSOAS ESTARÃO ALI NOS ASSISTINDO, CANTANDO COM A GENTE. É IMPOSSÍVEL NÃO SE EMOCIONAR. OBRIGADA SESC!”
Elly Guimarães

A cantora comenta que quando o Sesc a convidou, ficou muito emocionada e feliz, porque sabe que a unidade teria várias opções de cantores da cidade. Ela elogia o profissionalismo da produção e agradece pela valorização que dá aos artistas. “Eles são maravilhosos, preparados. Um produtor vai até a sua casa, sem contato nenhum, nos entrega todo material higienizado, e um vídeo com todas as orientações de montagem do equipamento. E ficam em contato durante toda a gravação por meio de vídeo dando suporte. Eu acho que o Sesc não tem noção do quanto essa oportunidade é importante a nós artistas. A preocupação deles com os músicos é algo incrível. É maravilhoso!”, exclama emocionada a cantora.

"Os piores meses da minha vida"

Elly Guimarães, que é promotora de vendas, fala com tristeza sobre o momento atual que todos estão vivendo. Segundo ela, que canta solo, em grupo e banda, a agenda de apresentações grande que tinham, todos os contratos desse ano precisaram ser cancelados e remarcados para 2021. Um dos seus músicos ficou afastado, o outro perdeu o emprego, mas graças a Deus conseguiu um novo. E nesse período de incertezas, até para fazer agenda para o ano que vem, é preciso pensar bem, pois as sextas e sábados são dias que foram já comprometidos com eventos que eram para ocorrer neste fatídico 2020.
Ela diz ter muitos amigos que vivem da música, sem trabalhar, passando por muitas dificuldades. E por isso, agradece a Deus todos os dias por ter um emprego. “O que a gente sente muita falta é do carinho do público, do ‘oi, como vai, tudo bem?’. De atender aos pedidos. Eu não sei como será a minha reação quando voltar. Acho que será de muita emoção, porque para esta gravação, já me emocionei demais. Porque mesmo sendo gravado antes e transmitido on-line, sabemos que pessoas estarão ali nos assistindo, cantando com a gente. É impossível não se emocionar. Obrigada Sesc! Pessoal acompanhem nosso show, tá?”, agradece  e convida a cantora.

SERVIÇO
Para acompanhar os shows do Múltiplos Sons [em casa], acesse:
YouTube -  youtube.com/sescthermasprudente
Instagram - instagram.com/sesc_thermas
Facebook - facebook.com/sescthermas


 

Veja também