Em campanha solidária, Carim troca máscaras por leite

Objetivo da ação, que é realizada em parceria com a Polícia Rodoviária, é assistir as famílias atendidas pela entidade

PRUDENTE - OSLAINE SILVA

Data 28/05/2020
Horário 08:15
Cedida - Trocas e ou doações podem ser entregues na base da Polícia Militar Rodoviária
Cedida - Trocas e ou doações podem ser entregues na base da Polícia Militar Rodoviária

Em Presidente Prudente, o Carim (Associação de Apoio ao Paciente Renal Crônico e Transplantados) e a Polícia Militar Rodoviária seguem até 3 de junho com a campanha “Aqui tem vida - Troque dois litros de leite por uma máscara”. O objetivo é assistir as famílias beneficiadas pelo Carim em tempos de pandemia.

Segundo o tenente Daniel Martins, o engajamento da polícia nessa campanha se justifica exatamente por ser um braço do Estado. E ainda que sua função principal seja proporcionar segurança aos cidadãos, esse braço precisa contribuir de outras formas com a população. “O trabalho da polícia não é só o repressivo, mas também de educação, ações humanitárias como a gente vem fazendo com outras entidades, como no apoio aos caminhoneiros nesse período difícil”, expõe o tenente.

O presidente do Carim, Wesley Cotini, explica que, antes da pandemia, a entidade conseguia realizar alguns eventos tradicionais, como o baile e o Chá Bingo, para arrecadar verba e mantê-la, contrapartida que precisa dar aos recursos que recebe do poder público. E como mantém muitas famílias, tanto com cestas básicas como outros atendimentos, a entidade não tem mais esses valores por não poder realizar eventos com aglomerações. Aproximadamente 500 famílias dependem das doações mensais, em diferentes formas, realizadas pelo Carim.

A alternativa encontrada pela entidade foi a promoção de campanhas. Fizeram de pizza e sushi a máscaras, vendendo a R$ 7, produzidas pelas próprias funcionárias e voluntárias. Outras pegaram por um valor menor de empresas e as revenderam para obter um pequeno lucro. “Estamos agora com esta nova ação com a Polícia Rodoviária, e no dia 13 de junho faremos uma feijoada no sistema drive thru, em que estamos arrecadando os ingredientes para ter custo praticamente zero e obter um montante para manter as despesas da instituição. Enfim, estamos nos adaptando, nos reinventando para passar por este difícil momento”, ressalta Wesley.

SERVIÇO

Interessados em fazer as trocas ou doar qualquer alimento não perecível que possa ser incluso em uma cesta básica, basta levar até a base da Polícia Militar Rodoviária, localizada na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), no km 561+500 metros.

Veja também