Embu das Artes: Lutadores da região competem no Brasileiro de Jiu-Jitsu

Marcio Mendes, Paulo César Lourenço e Lucas Porto são nomes já confirmados no campeonato que ocorre de sexta até domingo

Esportes - OSLAINE SILVA

Data 15/07/2021
Horário 08:21
Foto: Cedida
Paulinho, campeão Paulista 2021, faixa roxa, peso médio e absoluto
Paulinho, campeão Paulista 2021, faixa roxa, peso médio e absoluto

De amanhã a domingo, Embu das Artes será palco do Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu da CBJJE (Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo) e a torcida da região por enquanto já tem três nomes: o representante prudentino Marcio Mendes França, 44anos (faixa preta - pesadíssimo), da Academia Nova União m4bjj e seu aluno martinopolense Paulo Cesar Lourenço, 33 (faixa roxa, leve), estarão entre os competidores. Eles viajam nesta quinta-feira. E ainda Lucas Porto Rodrigues, 17, categoria juvenil azul pesadíssimo e absoluto juvenil azul (livre de peso), de Álvares Machado.
“Espero ser campeão pela quarta vez. As expectativas são as melhores. Devido à pandemia, esse campeonato será o mais importantes do ano até agora. Estamos na expectativa do mundial, que se tudo der certo deve ocorrer em novembro, no Ibirapuera”, expõe o mestre Marcio Mendes, um gigante dos tatames, que diariamente em torno de três horas se dedica ao treinamento de jiu-jitsu e ainda puxa ferro.
Marcio começou sua trajetória no jiu-jitsu em 1986, em Teresópolis, no Rio de Janeiro, com o professor Ailson Brites (Jucão). “Atualmente sou faixa preta do professor Robson Moura, que atualmente mora em Tampa, nos Estados Unidos. O tatame é minha vida! Foi aonde criei meus quatro filhos e um sobrinho. São 34 anos de jiu-jitsu, 22 só de faixa preta!”, exclama.
Paulinho, como é chamado pelo professor, diz que suas expectativas são as melhores possíveis, já que este ano ganhou o Campeonato Paulista e o Sul-Americano. “Este campeonato é um dos maiores a nível nacional, por conta da Covid-19 só participarão os atletas de ponta, ou seja, só a elite do jiu-jitsu nacional. Por isso a gente se prepara diariamente, com treinos mais puxados do que normalmente, procuro cuidar da alimentação porque temos que bater o peso da categoria, deixar as besteiras de lado e comer certinho. A gente precisa se abdicar de muita coisa pra obter resultado expressivo”, explica Paulinho.
O mais jovem dos três lutadores nessa caminhada, Lucas Porto Rodrigues (@lucasportobjj), que é atleta Atleta Matsuda / Colégio Anglo Aquarella, diz que está com foco total nesta competição. Ele está se preparando na Academia Heal-Fit com a supervisão do sensei Nilson Nunes da equipe Navarro Team Jiu-Jitsu. “Mesmo eu tendo ficado parado tanto tempo vejo que meu nível de jiu-jitsu não caiu tanto quanto eu imaginava. Então minha expectativa para este campeonato é grande e espero bons resultados. Muito importante neste recomeço voltar às competições direto com um campeonato de alto patamar como esse”, comenta o jovem lutador.

Fotos: Cedidas

Marcio Mendes (à esq.) é um nome conhecido e respeitado no meio do jiu-jitsu


Lucas Porto (à esq.) espera bons resultados neste retorno às competições
 

Veja também