Equipes norteiam sobre qualidade de vida

PRUDENTE - BRUNO SAIA

Data 20/11/2016
Horário 08:29
 

Cerca de 150 moradores de Presidente Prudente e de outras cidades da região tiveram a oportunidade, na manhã de ontem, de receber orientações para garantir uma vida com mais qualidade e saúde, além de realizarem aferição de pressão arterial, limpeza de pele, aplicação de protetor solar e avaliação nutricional.

Tudo isso foi oferecido no Poupatempo de Prudente que realizou, pelo quarto ano consecutivo, a ação de saúde "De Bem com a Vida". Alunos e professores de Enfermagem, Estética e Nutrição da Unoeste (Universidade do Oeste Paulista) foram os responsáveis pelos serviços.

"Estamos verificando o peso, a estatura e a circunferência de cintura, para determinar o IMC (Índice de Massa Corporal) e o peso ideal, de acordo com a altura da pessoa", explica a docente do curso de Nutrição, Luciane Romero. "É feita, então, uma classificação em relação ao risco de doença coronariana e todos recebem uma orientação nutricional", completa.

Jornal O Imparcial Cássia da Silva, estudante

Os cuidados com a pele também tiveram destaque na ação. "Além de oferecer higienização facial, estamos aplicando o protetor solar e conscientizando as pessoas de que ele deve ser utilizado todos os dias e não apenas quando as pessoas forem para a praia", explica a professora do curso de Estética da universidade, Rosângela Cristóvão Ferreira.

Para os estudantes, a experiência também foi proveitosa. "Eu já tinha participado uma outra vez, é uma oportunidade importante, pois, querendo ou não, vamos trabalhar com esse contato com o público depois e aqui é só o começo", diz a aluna do 2º ano de Nutrição, Cássia Priscila da Silva, 18 anos.

 

Surpresas e mudanças de hábito

"Para mim foi uma grande surpresa", disse o aposentado Manoel Carlos Garcia, 71 anos, logo após realizar a aferição de pressão arterial. "Minha pressão está muito alta e, em todos esses anos nunca tinha dado um resultado assim, então é uma novidade", relata, ainda espantado com a notícia. "Eles disseram que eu tenho que andar menos de moto e mais a pé e vou ter que seguir, é um alerta", completa.

"Eu estou com 29,3 kg e era para eu estar com 40 kg", disse o estudante Murilo dos Santos Brito que, aos 12 anos, já se preocupa com a saúde. "Falaram que tenho que comer muito arroz e feijão e eu fico um pouco preocupado sim, eu tento, é difícil, mas tenho que melhorar isso aí", afirma.

 

Veja também