Escola do Guanabara receberá programa Mutirão pela Vida

Evento de prevenção à saúde e com a prestação de outros serviços para a comunidade será dia 14 de maio

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 05/05/2022
Horário 06:55
Foto: Homéro Ferreira
Testes de acuidade visual estão entre serviços oferecidos à comunidade
Testes de acuidade visual estão entre serviços oferecidos à comunidade

Em sua 4ª edição, o Mutirão pela Vida será realizado no dia 14 de maio na Escola Municipal Domingos Ferreira de Madeiros, no Jardim Guanabara, em Presidente Prudente. Vários serviços serão prestados gratuitamente aos moradores do bairro e suas adjacências, das 8h às 12h. Grande parte dos atendimentos será na área da saúde e de caráter preventivo, feitos por estudantes de diferentes cursos, acompanhados e orientados por professores.
O mutirão foi criado no ano passado por iniciativa do governo municipal, com promoção e realização da Prefeitura, Acipp (Associação Comercial e Empresarial de Presidente Prudente) e Medicina Veterinária da Unoeste (Universidade do Oeste Paulista), com participações especiais de parceiros convidados e com as precauções de biossegurança em relação à Covid-19. Em 2021, as edições foram no distrito de Floresta do Sul e nos bairros João Domingos Netto e Parque Alvorada
A nova edição surgiu da iniciativa da voluntária social Roberta Bonini Paes, presidente da Associação Projeto dos Anjos; portanto, uma ONG (organização não governamental) homônima ao Programa Anjos da Unoeste que proporciona à comunidade acadêmica e à sociedade um banco de voluntários capacitados para demandas internas e externas relacionadas ao bem-estar e à qualidade de vida. O primeiro contato de Roberta foi com a escola e depois com a Unoeste.

Relação com a comunidade

Como a diretora Clara Cristina Daguano está empenhada em aproximar cada vez mais a escola da comunidade, a intenção era fazer algo relacionado ao Dia das Mães. Porém, devido ao tempo curto para a organização até 8 de maio, ficou agendado uma semana depois e com alusão ao Mês das Mães. Todavia, o mutirão não atenderá somente mulheres e a reunião preparatória foi realizada na última semana.
Pela administração municipal participaram o secretário adjunto da saúde, Marco Aurélio Lúcio, acompanhado de Danielle Borssari, Alessandra Menezes Dias e Adriana Vitório Santos. A Acipp esteve representada pela diretora executiva, Maria Eugênia Crivellaro Leandro, e a supervisora Débora Martins. Pela Unoeste, a coordenadora de ações extensivas gerais, Cidinha Martines, acompanhada de Richard Nazaré.
Também participou da reunião Cristiane Amaral, diretora da unidade prudentina do Sest/Senat (Serviço Social do Transporte/Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte), cuja participação no mutirão estará inserida no Maio Amarelo, movimento de prevenção à vida e alerta aos altos índices de mortes e feridos no trânsito. Outra participação definida é da AAPC (Associação de Apoio ao Portador de Câncer).
Durante o mutirão a associação disponibilizará o ônibus usado como ambulatório para realização de exame Papanicolau, voltado ao diagnóstico precoce e à prevenção do câncer de colo de útero. Na condição de ex-morador do Jardim Guanabara, bairro onde conheceu a sua esposa Clélia, o prefeito Ed Thomas (PSB) faz um apelo para que a comunidade participe do mutirão; incluindo a Vila Operária e outros bairros próximos. 

Histórico de ações sociais

A Unoeste tem um histórico de ações sociais na Escola Domingos Ferreira de Medeiros, dentre as quais os serviços de saúde do Dia D em 2006; a implantação de horta suspensa em 2013; o projeto ambiental Curupira em 2014; e o atendimento à Saúde do Adolescente em 2018. Na condição da parceira permanente da Secretaria Municipal de Saúde contribui anualmente com o PSE (Programa Saúde na Escola).
Ao mesmo tempo em que ocorria a reunião sobre o mutirão esta semana, alunos do curso de Enfermagem, acompanhados e orientados pela professora Franciele Schwarz, aplicavam nos alunos testes de acuidade visual, faziam pesagem e mediam a altura. Conforme a ESF (Estratégia de Saúde da Família) do Jardim Guanabara, esse é um atendimento que ocorre todos os anos.
São atendidos 100% dos cerca de 350 alunos divididos em dois períodos: manhã e tarde. Esses cuidados específicos estão voltados para a saúde dos olhos e cálculo ideal de peso e altura, levando em consideração que o crescimento normal de uma criança é o melhor indicativo de que caminha tudo bem com a sua saúde. Os alunos são do pré-1 ao 5º ano, com idades de 4 a 10 anos. 
Assim como a Unoeste, que está em contagem regressiva do seu cinquentenário em outubro deste ano; a Escola Domingos Ferreira de Medeiros irá completar 50 anos em 2024, conforme a diretora Clara. Era uma escola estadual, inicialmente chamada de grupo escolar. Mas foi municipalizada em decorrência do Programa de Ação de Parceria Educacional Estado/Município, implantado em 1996.

Veja também