Estado analisa doação definitiva do Recinto de Exposição

Em oficio, Bugalho solicita que o local seja transferido à Prefeitura de forma a viabilizar a instalação do CIT; projeto completo é enviado ao governador

VARIEDADES - MARCO VINICIUS ROPELLI

Data 10/06/2020
Horário 08:45
Arquivo - Jacob Tosello poderá comportar mais que uma dezena de empresas quando CIT for oficializado Foto: Arquivo - Jacob Tosello poderá comportar mais que uma dezena de empresas quando CIT for oficializado

O jornal O Imparcial, durante o constante trabalho de atualizações a respeito da futura implementação do CIT (Centro de Integração Turística) de Presidente Prudente, obteve com exclusividade os documentos enviados ao governador de São Paulo, João Doria (PSDB), solicitando a doação definitiva do espaço onde hoje está o Recinto de Exposição Jacob Tosello para a administração municipal. “A doação definitiva dará oportunidade de viabilizar um grande incentivo ao setor privado dos setores supracitados, dando ao espaço amplo uso, fomentando assim a economia local”, afirma no ofício, o prefeito Nelson Roberto Bugalho (PSDB).

Ele ressalta que, atualmente, a área está cedida ao município por meio de Termo de Permissão de Uso conforme decreto estadual, para fim específico e prazo determinado, o que inviabiliza o projeto.

Em relação ao pedido, efetuado em 27 de maio, a Secom (Secretaria de Comunicação) do Estado afirmou a este diário que "o governo do Estado de São Paulo analisará o pedido formulado pela Prefeitura de Presidente Prudente mediante consulta à Secretaria de Agricultura e Abastecimento e ao Conselho do Patrimônio Imobiliário".

Descrição detalhada do projeto

Além do ofício, foi enviado para conhecimento do governador o projeto completo do CIT. No documento, elaborado pela Setur (Secretaria Municipal de Turismo) de Prudente, sob a titularidade de José Fábio Sousa Nougueira, o objetivo do projeto está descrito da seguinte forma: “Desenvolver um grande espaço de produção, coworking e também o setor de turismo, eventos e demais modalidades relacionadas, disponibilizando espaços pré-definidos, reduzindo custos e otimizando suas ações em espaços colaborativos e compartilhados”.

No mesmo documento, descrevem-se com detalhes as estruturas disponíveis no atual Recinto de Exposição. São 16 grandes espaços cobertos e divididos para disponibilização a até 16 empresas usarem como locais de produção de suas atividades (veja tabela detalhada). Segundo Nougueira, oito empresas e uma associação estão com negociações avançadas, sendo que a maioria garante que ao ser oficializado o “distrito turístico”, prontamente se instalará lá.

“Os custos de manutenção serão divididos por meio de previsões no ato do processo licitatório, fazendo com que o valor seja retido em um fundo específico que fará a administração do espaço e dos setores comuns, como água, luz, manutenções preventivas e afins”, ressalta a Setur ao Estado.

A pasta pontua também as preocupações socioambientais do projeto, ao adiantar o estabelecimento de um projeto de sustentabilidade total a longo prazo a ser realizado obrigatoriamente pelas empresas, como uma pequena usina de energia solar, tratamento de água e afins. Vale ressaltar que dos mais de 46 alqueires que formam o complexo, 4,5 alqueires foram uma APP (Área de Preservação Permanente).

Áreas e descrições do futuro CIT

Denominação da Área

Descritivo do Espaço

Objetivo

Setur (Secretaria Municipal de Turismo)

Espaço amplo com características próprias de época

Visando a administração geral do espaço e demais rotinas da Secretaria Municipal de Turismo, terá atendimento aberto à população e turistas

Haras de Exposição

Espaço cercado de amplo, com arquibancadas e baias próximas

Visa apresentações de animais, eventos e demais interesses na região central do espaço, podendo ser utilizado também para apresentações de diversos segmentos

Escritório Coletivo (Coworking)

Espaço com 5 escritórios individuais, duas grandes salas de reunião e amplo espaço superior de demonstrações coletivas

Atendimento ao cliente, apresentação de produtos, serviços e projetos, negociações e demais usos direcionados ao cliente

Recinto Redondo

Espaço amplo, em formato redondo com cozinha e sanitários

Pequenos eventos a serem realizados preferencialmente pelas empresas participantes, além do público em geral

Logística e Arquivo

Espaço com cerca de 4 salas e acesso direto ao portal 2

Espaço para uso em arquivo de documentos e possível atendimento a caminhões, entrega de materiais e direcionamento de público (Central de Informações)

Recinto de Leilões

Espaço amplo com conjunto de banheiros e acesso direto à baia de animais

Espaço para leilões de qualquer gênero, incluindo animais e implementos

Fonte: Setur

 

Veja também