Feriado termina com redução no número de acidentes nas rodovias

Na Operação Finados do ano passado foram 23 registros, ocorrências que caíram para 14 nos últimos quatro dias

REGIÃO - ROBERTO KAWASAKI

Data 03/11/2020
Horário 15:35
Roberto Kawasaki - Flagrante de embriaguez ao volante também apresentou redução
Roberto Kawasaki - Flagrante de embriaguez ao volante também apresentou redução

O feriado prolongado de Finados terminou com índice positivo em relação aos acidentes de trânsito na malha rodoviária da região de Presidente Prudente. Dados divulgados hoje pela Polícia Militar Rodoviária mostram que os registros caíram de 23 para 14 ocorrências – uma queda aproximada de 39,13%.

Ainda conforme os dados dos últimos quatro dias, foram cinco acidentes sem vítimas e nove com vítimas, sendo apenas uma fatal. Na “Operação Finados” do ano passado não houve mortes, apesar de os acidentes com vítimas terem totalizado 10 e, sem vítimas, 13.

A 2ª Companhia de Policiamento Rodoviário reforça o que já vem sendo alertado por autoridades e órgãos de segurança pública, de que a maioria dos acidentes poderia ter sido evitada.

“Em grande parte dos casos, a causa desses sinistros continua relacionada à imprudência, negligência ou imperícia dos condutores ou pedestres, bem como o desrespeito às sinalizações”, afirma a polícia. 

Apesar do decréscimo no número de acidentes, houve crescimento nos flagrantes de infrações:

Autuações na Operação Finados
Infração 
2019
2020
Ultrapassagem em local proibido 78 150
Uso de celular na condução 27 29
Embriaguez ao volante 25 13
Não uso do cinto de segurança 157 335
Excesso de velocidade (radar) 604 634
Fonte: Polícia Militar Rodoviária    

 

Para o policiamento, o aumento das infrações é reflexo da quantidade de veículos na via neste feriado prolongado, aliado com a imprudência de alguns condutores.

“Podemos acrescentar que o volume diário médio dos veículos nas rodovias tem aumentado consideravelmente em relação aos feriados deste período de pandemia”. 

A reportagem apresentou o balanço rodoviário à especialista em trânsito, Luciane Napolitano, que lamentou o aumento no cometimento das infrações – mesmo com a queda de flagrantes por embriaguez.

A respeito das preocupações devido às festividades de final de ano, quando a tendência é aumentar o fluxo nas rodovias, a especialista reafirma que o foco dos motoristas precisa ser o respeito à vida. “É preciso entender que o trânsito é feito de pessoas, e que tem que existir um respeito mútuo entre elas”, afirma.

“É necessário aplicar as regras de direção defensiva e, acima de tudo, o respeito às leis de trânsito. Se o motorista colocar em prática esse conjunto, os acidentes tendem a reduzir. Mas, se ocorrerem, os impactos serão sempre menores”. 

Veja também