Florescer de ipês muda aparência das ruas

Espécie conta com 4 tipos, rosa, roxo, amarelo e branco, e afloram, nesta mesma sequência, até o fim do inverno

PRUDENTE - Rogério Lopes

Data 18/06/2014
Horário 09:02
 

Com a aproximação do inverno, que se inicia às 7h51 do dia 21 de junho, uma nova paisagem vai tomando conta de Presidente Prudente. Isto devido ao florescer dos ipês, que dão um colorido a mais nos céus da cidade. A espécie conta com quatro tipos: rosa, roxo, amarelo e branco e afloram, nesta mesma sequência, até o fim da estação. De acordo com a engenheira agrônoma e professora, Patrícia Reiners Carvalho, a árvore é típica do inverno, porém, devido a mudanças climáticas, já é possível ver o desabrochar das flores em outros períodos. "O ipê é adaptado ao clima seco, por isso, aparece nos dias gelados do inverno. Neste ano vimos algumas árvores floridas já nas baixas temperaturas no início do outono. Acredito ser decorrente da alteração do ambiente", explica.

Carvalho ressalta que a duração das flores varia de acordo com cada tipo de cor. "As flores rosas e roxas são as mais resistentes e podem ser apreciadas entre 30 e 40 dias. Já as amarelas costumam durar até 20 dias. O ipê branco é que aparece em um período mais curto. Em média são 3 ou 4 dias, entre o desabrochar e a queda das flores", conta.

A agrônoma informa que a árvore é ideal para quem quer cultivar algo bonito, mas sem muito trabalho. "Existem árvores grandes e de pequeno porte, é uma opção de fácil adaptação e que não exige grandes cuidados. Ela é uma planta rústica e forte, mas que nos proporciona uma paisagem muito bonita", completa.

 

Outras espécies


Além dos ipês que já estão florindo e podem ser vistos nas ruas de Prudente, outras plantas são indicadas neste período do inverno. De acordo com Marinalda Cândido Pinheiro da Silva, gerente da Ramos Comércio de Flores, as azaleias, mini-rosas, orquídeas, bromélias e as kalanchoes são flores indicadas para cultivar durante o frio. "Estes tipos possuem resistência ao tempo gelado, além de apresentar uma aparência linda", menciona. A gerente lembra que sempre alerta os clientes sobre o que devem fazer para manter a vida das plantas. "Informamos como é o cuidado de cada flor", completa.

O agrônomo e cultivador de orquídeas, Nelson Barbosa Machado Neto, ressalta que por ser uma planta rústica, embora pareça ser frágil, a orquídea "não apresenta complicações no seu cultivo". Ele indica que tanto as espécies nacionais quanto às de outros países, podem ser cultivadas o ano todo. "As do grupo dendrobium, por exemplo, dão flores de julho até o fim do ano", diz. Segundo ele, a prática de cuidar da planta "é uma forma de aliviar o estresse do dia a dia". "Muitos fazem do ato de cultivar e cuidar da orquídea uma forma de cuidar da saúde física e mental", conta.

 

Cuidados


Alguns cuidados devem ser tomados durante os meses de inverno para manter a saúde e a vida de plantas e flores. De acordo com o biólogo Hilton Fabrício Vitolo, as ações dependem de cada tipo de planta. Entre as atitudes, segundo o biólogo, é não colocar muita água nos vasos, para não danificar as raízes das flores. "No frio a folhagem transpira menos, por isso, acaba acumulando mais água nas superfícies. Isso causa problemas na raiz e pode acarretar problemas e morte das flores", alerta. Vitolo indica que o ideal é inserir pedras e pontos de drenagem no fundo dos vasos.

Outro procedimento é alocar as flores em locais mais iluminados, que recebam os raios do sol. "Durante as baixas temperaturas é necessário manter as plantas aquecidas, isto pode ser feito em momentos de exposição ao sol", opina.

Veja também