Fonoaudiologia é área com boas oportunidades no mercado

Graduação na Unoeste tem estrutura completa, laboratórios de ponta e clínica para atendimento à comunidade

Saúde & Bem Estar - DA REDAÇÃO

Data 01/11/2020
Horário 06:30
Arquivo/Marketing Unoeste - Estrutura da graduação é um dos destaques nas avaliações externas
Arquivo/Marketing Unoeste - Estrutura da graduação é um dos destaques nas avaliações externas

Uma pesquisa do Instituto IPOG aponta que a voz é o instrumento de trabalho de aproximadamente 25% da população economicamente ativa no Brasil. Professores, jornalistas, cantores, locutores, atores, youtubers, feirantes, vendedores e tantos outros profissionais dependem da voz todos os dias para realizar suas funções.

A voz é tão importante que existe um profissional especialmente para cuidar dela: o fonoaudiólogo. Ele é responsável por acompanhar crianças, adultos e idosos que apresentam alguma dificuldade relacionada à voz, além de orientar profissionais que dependem dela em suas carreiras.

Na Unoeste, o curso de Fonoaudiologia foi implantado em 1999, portanto já possui 21 anos de funcionamento. Conta com corpo docente altamente qualificado com quase a totalidade de doutores e demais mestres. Seguindo as Diretrizes Curriculares Nacionais, tem como missão formar profissional generalista, capaz de atender às necessidades do processo saúde-doença da comunicação humana, ético com postura crítico-reflexiva e com ampla visão de diagnóstico e de atuação interdisciplinar.

 

Conceito MEC

A Fonoaudiologia da Unoeste tem apresentado excelente desempenho em avaliações do MEC. Atualmente, tem Conceito Preliminar de Curso máximo (5) e, recentemente, obteve nota 4 no Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes), de escala que vai de 1 a 5.

Este conceito leva em consideração quatro dimensões: o desempenho dos estudantes no Enade; o valor agregado pelo curso ao desenvolvimento dos estudantes concluintes (IDD); o perfil do corpo docente, que avalia o regime do trabalho e titulação dos professores; e a percepção do aluno sobre as Condições do Processo Formativo, obtida através do questionário do estudante do Enade.

Vale destacar que a Unoeste também está entre as melhores universidades particulares: é a 3ª melhor do Estado de São Paulo e a 12ª do Brasil, conforme o último IGC (Índice Geral de Cursos) divulgado pelo Ministério da Educação, que deu conceito 4 para a universidade, em escala que vai de 1 a 5.

Além disso, em análise do Guia da Faculdade, do Quero Educação e Estadão, a Fonoaudiologia Unoeste obteve quatro estrelas por dois anos consecutivos: 2019 e 2020.

 

Áreas de Atuação

O CFFa (Conselho Federal de Fonoaudiologia) reconhece 12 áreas de atuação na Fonoaudiologia, são elas: Audiologia - Nesta área, o profissional atua tanto no diagnóstico como na recuperação de diversos distúrbios auditivos, proporcionando desde terapias até à adaptação de aparelhos auditivos para aqueles que perderam parcialmente a audição.

Linguagem - Já nesta especialidade, trabalhará com aspectos que envolvem a comunicação oral e escrita, visando identificar e trabalhar possíveis distúrbios no processo de desenvolvimento da comunicação na esfera citada desde a infância à vida adulta.

Motricidade - Atua na habilitação e reabilitação de funções relacionadas à respiração, sucção, mastigação, deglutição, expressão facial e articulação da fala, visando melhores condições de vida e de comunicação do paciente.

Saúde Coletiva - O profissional fonoaudiólogo faz parte de grupos de estudos e reflexões sobre políticas públicas no sistema de saúde no Brasil. O profissional dessa área também pode atuar na atenção à saúde, sendo na promoção, prevenção, educação e intervenção, a partir do diagnóstico de grupos populacionais.

Voz - Nesta área, o fonoaudiólogo atuará na avaliação, no diagnóstico e na reabilitação de problemas vocais, bem como com o aperfeiçoamento estético da comunicação e expressividade da voz, o canto, por exemplo. Também poderá atuar com a prevenção de patologias vocais, na perícia vocal (fonoaudiologia forense), na assessoria, consultoria e condicionamento vocal.

Disfagia - Poderá trabalhar na avaliação e no diagnóstico de distúrbios da deglutição, com intuito de intervir (habilitar e/ou reabilitar) para prover melhoria na qualidade de vida do paciente.

Fonoaudiologia Educacional - Atua na promoção, aprimoramento e prevenção de alterações dos aspectos relacionados à audição, linguagem (oral e escrita), motricidade oral e voz que favoreçam e otimizem o processo de ensino e aprendizagem.

Gerontologia - Nesta área, muitas vezes sendo parte de uma equipe multidisciplinar, o fonoaudiólogo atua na promoção da saúde do idoso, prevenção, avaliação, diagnóstico, habilitação/reabilitação dos distúrbios relacionados à fala, audição, ao equilíbrio, à deglutição, motricidade orofacial e voz nessa população.

Fonoaudiologia Neurofuncional - Nesta especialidade, o fonoaudiólogo realiza avaliação, diagnóstico, prognóstico, habilitação e reabilitação fonoaudiológicos de pessoas com alterações neurofuncionais provenientes de sequelas resultantes de danos ao sistema nervoso central ou periférico.

Fonoaudiologia do Trabalho - Participa de campanhas educativas, palestras e ações de conscientização dos trabalhadores e elabora estratégias de promoção e proteção em saúde no que se refere a Fonoaudiologia.

Neuropsicologia - Na área de Neuropsicologia, o fonoaudiólogo trabalha com intuito de prevenir, avaliar, tratar e gerenciar os distúrbios que afetam a comunicação humana e sua interface com a cognição.

Fluência - Por fim, na área da Fluência, o profissional de Fonoaudiologia poderá atuar na identificação de tipologias das disfluências típicas e atípicas para o diagnóstico e intervenção em transtornos da fluência, poderão tratar, por exemplo, pessoas com gagueira.

(*Fonte: Conselho Regional de Fonoaudiologia de São Paulo)

 

Incentivo ao estágio

Os estágios são todos supervisionados e acompanhados por docentes. Em todos os procedimentos e atendimentos ocorrem as discussões e supervisões. Dessa maneira, busca-se a compreensão da prática embasada pela teoria. Os estágios ocorrem tanto na própria universidade, na Clínica Escola, como em hospital, UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e escolas do município.  Na fonoaudiologia pública, os eventos ocorrem em grande parte de maneira integrada com outros profissionais e cursos, em ambiente multidisciplinar com intercâmbio de informações e vistas ao trabalho em equipe (Medicina, Nutrição, Odontologia, Fonoaudiologia, entre outros).

 

Infraestrutura

 

Clínica Escola

A Clínica Escola da Fonoaudiologia tem à disposição várias salas de atendimento dos diversos estágios, todas equipadas com espelho espião e com sistema de retorno auditivo para que o supervisor possa acompanhar as terapias mediante observação. O Laboratório de Voz é dotado de equipamentos e softwares para análises vocais para fins diagnósticos e de acompanhamento do processo terapêutico, além de pesquisas. Há computadores para uso de softwares como ferramenta para avaliação e terapia.

A brinquedoteca é dotada de material para atendimento clínico e lúdico para auxílio à avaliação e terapia dos distúrbios da comunicação. O Sistema de Arquivos de Prontuários mantém os documentos dos estágios e dos atendimentos realizados.

A área de Audiologia possui salas, com cabinas tratadas acusticamente, audiômetros de dois canais e imitanciômetros para avaliação audiológica, do Processamento Auditivo e Treinamento Auditivo. Há sala de Diagnóstico Avançado com vectoeletronistagmografia digital para avaliação do equilíbrio e da postura, equipamento de Potenciais Evocados de Tronco Encefálico e de pesquisa de Emissões Otoacústicas.

No Hospital Regional são realizadas atividades dos estágios de Fono Hospitalar, Fono Comunitária, Audiologia/Audiologia Educacional e Neurologia. Nas UBSs e ESFs do Município são realizados os estágios de Fono Comunitária, além das escolas e creches do município. No Cerest (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador), atendimento na Saúde do Trabalhador. No Laboratório de Habilidades e Simulação e na Casa Simulada há práticas precursoras dos atendimentos clínicos, treino de meatoscopia, além de treinos simulados.

 

Concurso de Bolsas

Fonoaudiologia é um dos cursos oferecidos no vestibular da Unoeste, o qual traz o maior concurso de bolsas do oeste paulista, com possibilidades de descontos que chegam a 80%. Acesse o site para saber mais sobre o processo seletivo e fazer a sua inscrição.

Fotos: Arquivo/Marketing Unoeste

 

Foto 04 - Anualmente, o curso de Fonoaudiologia da Unoeste realiza cerca de 8,5 mil procedimentos distribuídos nas diferentes frentes

 

Fonoaudiologia da Unoeste tem laboratórios com equipamentos de ponta

 

Curso de Fonoaudiologia da Unoeste tem como missão formar profissional generalista

Veja também