Frota sucateada em Sandovalina

GRAZIELA FERNANDES

COLUNA - GRAZIELA FERNANDES

Data 14/02/2021
Horário 05:22

Uma situação no mínimo estarrecedora e que merece a atenção do Ministério Público do Estado de São Paulo. Em Sandovalina, o prefeito Chicão Mendes resolveu fazer uma exposição inusitada na praça da cidade. O chefe do Executivo levou todos os veículos da frota municipal para que a população conhecesse a real situação da frota da prefeitura. Um total estado de abandono, sucateamento e desperdício do dinheiro público. Segundo Chicão Mendes, os veículos estão sem peças e seguirão para um leilão de sucata. Até a frota de transporte escolar está completamente sem condições de uso. De acordo com o prefeito, a exposição da frota foi uma forma de mostrar para a população a situação e também, chamar a atenção das autoridades.

Sem motor

Na inspeção dos gestores municipais de Sandovalina, vários veículos foram encontrados sem o motor. O vice-prefeito, Marcos Mendes da Silva, relatou em entrevista para a TV Record que, no barracão da prefeitura, encontraram veículos até mesmo sem motor. Um deles é um trator, em um levantamento encontraram parte do motor no estado do Paraná e outra parte em Presidente Prudente.
Além do estado de abandono, que é chocante por si, durante levantamento foram encontrados documentos que evidenciam gastos de manutenção e com combustível, para os 20 veículos que estão sucateados e sem uso há mais de um ano.
Cabe agora às autoridades investigarem o caso. Lamentável. 

Sem carnaval

Algumas cidades da região suspenderam o feriado de Carnaval. Pirapozinho é uma delas. Segundo a prefeitura, o objetivo da suspensão é de fortalecimento das medidas de enfrentamento, prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública em atenção a pandemia da Covid-19. As repartições públicas e o comércio funcionarão normalmente nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro de 2021.

Volta às aulas em Pirapozinho

Dia 18, alunos da rede municipal de ensino retornam às aulas presenciais. As unidades escolares estão preparadas para receber 35% das crianças matriculadas e serão mantidas aulas remotas para pais que optaram para que os filhos permanecessem em casa. É importante que os pais orientem seus filhos para evitar contato próximo aos colegas de classe. A prefeitura está orientando o uso de máscara e álcool em gel. 

Polêmica da Semana 

Esta mexeu com os moradores do Oeste Paulista. A proposta de mudança do nome do Parque Estadual do Morro do Diabo. A iniciativa que faz parte do Programa de Desenvolvimento da Região do Pontal do Paranapanema quer mudar o nome do parque para Parque Estadual da Onça Pintada.
A coluna já destacou o flagrante do lindo felino pelo parque feito pelas câmeras de seguranças e, segundo o governo do estado, a Fundação Florestal estima a existência de 15 a 20 onças-pintadas no parque. Uma população ainda pequena, mas importantíssima, já que o animal é ameaçado de extinção.
A alteração do nome ainda é debatida pela área técnica do governo do estado. Na região, moradores manifestaram-se sobre a alteração nas redes sociais e a proposta virou até enquete em um dos principais sites de notícias da região, o G1 Prudente.

Lenda em torno do nome

A atual designação Parque Estadual do Morro do Diabo se deve a lendas que correm na região do parque. Entre elas, a de que a região do Pontal do Paranapanema foi habitada no passado por várias tribos indígenas; revoltados com a morte de nativos pelos bandeirantes, os índios se vingaram com uma emboscada. Os bandeirantes que escaparam da carnificina diziam que “o diabo estava no morro”. 
Outra lenda sugere que as extremidades do Morro eram mais acentuadas e pontiagudas, configurando a impressão de haver chifres no topo. Finalmente, o ditado local afirma que se o visitante subir e descer por dez vezes a trilha do Morro, verá o diabo em carne e osso! 
Por hoje é só! Até a próxima semana!
 

Veja também