Golpe do WhatsApp é alvo de operação da Polícia Civil 

Vítimas dos bandidos foram funcionários municipais que atuam no combate à Covid-19; mandados e prisões ocorrem na capital paulista

REGIÃO - ROBERTO KAWASAKI

Data 30/06/2021
Horário 09:51
Foto: Polícia Civil
A investigação começou no dia 13 de maio após um golpe aplicado em Pirapozinho
A investigação começou no dia 13 de maio após um golpe aplicado em Pirapozinho

A Delegacia de Polícia Civil de Pirapozinho deflagrou hoje a Operação “Levítico 19:11”. Com apoio do Dope (Departamento de Operações Policiais Estratégicas), equipes cumprem mandados de prisão e buscas na capital paulista, com o objetivo de desmantelar uma quadrilha especializada em aplicar golpes por meio do aplicativo WhatsApp.

A investigação começou no dia 13 de maio após um golpe aplicado em Pirapozinho. De acordo com o delegado titular no município, Rafael Guerreiro Galvão, os alvos dos bandidos eram servidores municipais da saúde atuantes no combate à Covid-19.

Com a promessa de enviar mais vacinas, induziram as vítimas a confirmarem dados enviados por um link via SMS. A partir de então, o aplicativo de mensagem WhatsApp era clonado e os estelionatários tinham acesso completo à lista de contatos dos funcionários.

Na sequência, procuravam por números de familiares que estavam na agenda e exigiam dinheiro, enquanto se passavam pela vítima. Em Pirapozinho, ao menos cinco vítimas foram identificadas, sendo mais de 10 na região do Deinter-8 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior).

“Através de ferramentas policiais e judiciais de investigação criminal, identificamos dois líderes e quatro integrantes da associação criminosa, todos domiciliados na região metropolitana de São Paulo. Após as devidas representações judiciais, foram decretadas as prisões de cinco indivíduos, bem como sete buscas domiciliares, além de sequestro de bens e valores financeiros em conta dos correntistas”, explica a Polícia Civil. 

Os materiais apreendidos serão periciados para prosseguimento da investigação. Os acusados serão interrogados e indiciados, e permanecerão à disposição da Justiça.


Polícia Civil - Apreensões ocorreram nesta manhã, em endereços da capital paulista

SAIBA MAIS

Golpe do WhatsApp faz vítimas em Prudente

Cartilha orienta sobre os tipos mais comuns de golpes

Polícia Civil lança aplicativo para celular com orientações sobre golpes

Veja também