Heath Ledger e seu inesquecível Coringa

Cinemateca

COLUNA - Cinemateca

Data 11/11/2020
Horário 06:00

História

Muitos devem conhecer ou pelo menos ter ouvido falar de Heath Ledger, um dos atores que marcaram a história do cinema com atuações extraordinárias e sua partida precoce aos 28 anos, por uma overdose acidental de medicamentos. Um dos papéis mais marcantes de todos os tempos foi sua interpretação de Coringa na trilogia “Batman”, de Christopher Nolan!

Filmes

Ele também fez muito sucesso em outros filmes, como: “O segredo de Brokeback Mountain” (sua primeira indicação ao Oscar), “10 coisas que odeio em você”, “Coração de Cavaleiro”, “O Patriota” e “Casablanca”. Antes de seu falecimento, também planejava dirigir seu primeiro filme, que seria “O Gambito da Rainha”, mas infelizmente o projeto não pode ser iniciado!

Clássico

A trilogia de Nolan recebeu ótimas avaliações da crítica especializada e marcou o cinema com três clássicos modernos, considerados um primor da sétima arte, todos disponíveis na Netflix! O diretor tinha o objetivo de contar a história do homem-morcego de forma mais realista e sombria, com a humanidade sendo a base de toda a história e o medo estava presente a todo momento.

Coringa

No segundo filme, foi introduzido o vilão Coringa, que para sempre mudaria os rumos da história. Inicialmente a escolha de Ledger para o papel causou controvérsias, pois muitos fãs não o aceitam depois de seu papel em “Brokeback Mountain”, onde ele interpretava um homem gay dos anos 60. Mas o ator calou a boca de todos com o resultado final!

Curiosidades

Durante seu processo de criação do personagem, Heath manteve um diário onde anotava sua imersão no palhaço assassino, ele desenhava hienas e colava fotos de Alex DeLarge (icônico personagem de “Laranja Mecânica”). Na última página, ele escreveu “Adeus” o que levou a certa polemica após sua morte. Como tinha medo de bonecos de ventrículo, ele passou a estudar os movimentos deles para aplicar na forma como o Coringa se movimentava.

Outras curiosidades

Ele pediu que Bale (Batman) o batesse de verdade na cena do interrogatório. Nolan afirmou que achou o personagem verdadeiramente apavorante, pois até o fim das filmagens ele nunca sabia o que o Coringa faria, o que inclui a cena em que ele bate palmas na prisão! Ninguém da produção sabia como seria a modelação de voz nas gravações, o que sempre dava um tom inovador para o contexto. Michael Caine (Alfred) contou em entrevista que em sua primeira cena, esqueceu todas as falas após ver a desenvoltura de Heath. Ele é e sempre será o ator favorito desta colunista! 

SIGA: 
Para saber mais, siga @cine.macoteca no Instagram e fique por dentro de tudo que acontece no mundo dos filmes e séries!
 

Veja também