Instituições de ensino superior de Prudente se dividem sobre comprovante vacinal

Fapepe/Uniesp, Toledo Prudente e Unoeste não solicitam passaporte de imunização para autorizar entrada dos estudantes; já FCT/Unesp e Fatec fazem exigência

PRUDENTE - DA REDAÇÃO

Data 10/02/2022
Horário 04:01
Foto: Toledo Prudente 
Toledo Prudente reforçou seus protocolos sanitários
Toledo Prudente reforçou seus protocolos sanitários

Devido à pandemia da Covid-19, muitos locais já exigem das pessoas o “passaporte da vacina” para autorizar a entrada do público. Em Presidente Prudente, a FCT/Unesp (Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista) e a Fatec (Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo) exigem a comprovação do esquema vacinal completo para autorizar a entrada dos estudantes. 
A FCT/Unesp (Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista) informou que, através de portaria, foi determinado que todos os alunos de graduação, de pós-graduação (lato sensu e stricto sensu), de extensão e dos colégios técnicos deverão comprovar esquema vacinal completo para frequentar presencialmente os campi universitários da Unesp.
Quanto à comprovação, o aluno deverá apresentar o comprovante vacinal contra a Covid-19 emitido por órgão oficial ou comprovante do impedimento de receber o imunizante por motivos de saúde. Quanto aos prazos, o aluno deverá apresentar o comprovante vacinal até 4 de março de 2022 ou o comprovante de impedimento, no prazo máximo de 10 dias corridos, a contar da data de publicação da Portaria Unesp 04/2022, alterada pela Portaria Unesp 17/2022.
Caso o comprovante de impedimento de receber o imunizante por motivos de saúde não seja aceito, o aluno deverá apresentar o comprovante vacinal no prazo de cinco dias úteis após ter sido cientificado do fato. Durante o processo de análise dos motivos da contraindicação médica, o aluno não poderá frequentar atividades presenciais na universidade. O estudante que deixar de apresentar a comprovação exigida no novo prazo concedido, terá sua matrícula na universidade cancelada.

Foto: Governo de São Paulo


Duas instituições de Prudente exigem a comprovação do esquema vacinal completo

Fatec

A Fatec (Faculdade Estadual de Tecnologia) detalha que, em função da segurança sanitária para as aulas presenciais, será necessário comprovar a vacinação completa contra a Covid-19 ou encaminhar atestado médico que o impeça de ser vacinado. A falta de apresentação do comprovante, no entanto, não impossibilitará que o estudante frequente às aulas, porém, a situação deverá ser regularizada junto à Fatec via Sistema Acadêmico, e a instituição deverá informar tal situação no Registro de Ocorrência de Ordem Sanitária/Simed (Sistema de Informação e Monitoramento da Educação), para providências legais ao que couber. 
Quanto ao Protocolo Sanitário Institucional do CPS (Centro Paula Souza), as condutas que foram adotadas para a realização das atividades presenciais nas Fatecs têm amparo do Plano São Paulo. Este documento orientativo apresenta os protocolos gerais de saúde (Covid-19) e protocolos específicos de saúde (por ambiente), utilizados por todas as unidades de ensino (Etecs/Fatecs) no combate à Covid-19 com o intuito de zelar pela saúde e bem-estar dos alunos, professores e funcionários. 
Todas as medidas de sanitização, limpeza, higiene pessoal, comunicação, monitoramento e distanciamento social apresentadas neste documento foram implantadas demandando ajustes e reorganizações nos espaços físicos das unidades de ensino e do prédio da administração central. Esses ajustes proporcionam aos alunos, professores e funcionários condições de atender às recomendações de saúde e segurança nas atividades presenciais. 

Fapepe

A Faculdade de Presidente Prudente (Fapepe/Uniesp) informou que a instituição iniciou as atividades do semestre letivo em modo remoto. Portanto, considera que tal medida em relação ao passaporte da vacina não é necessária nesta modalidade.

Toledo

Toledo Prudente Centro Universitário informa que não será exigido o comprovante de vacinação para frequentar as aulas ou atividades na instituição. Acrescentou ainda que, até o momento, não há uma legislação ou normativa das autoridades sanitárias que orienta tal comprovação para o ensino superior. “A Toledo Prudente, desde agosto do ano passado, trabalha com campanhas de conscientização de incentivo ao imunizante, divulgando nos canais de comunicação, datas, locais e horários da vacinação”, informa a instituição de ensino superior.
Para a retomada das aulas presenciais, a Toledo revisitou e reforçou seus protocolos sanitários, sempre orientados por autoridades de saúde. Entre eles estão: não aglomeração de pessoas em quaisquer ambientes do centro universitário; uso indispensável da máscara de proteção facial durante todo tempo; não compartilhamento de objetos pessoais; disponibilização de álcool em gel em todos os ambientes; limpeza da infraestrutura, com foco nas salas e ambientes acadêmicos, ao menos, duas vezes ao dia; nebulização de salas de aulas e outros espaços frequentemente; disponibilização de medidores de temperatura fixos e móveis nas entradas do centro universitário.
A Toledo Prudente ressalta ainda que o sucesso dos protocolos sanitários contra a Covid-19 depende do protagonismo coletivo de todos os envolvidos.
 

Unoeste

Neste primeiro momento, a Unoeste (Universidade do Oeste Paulista) informa que não irá exigir o comprovante de vacinação, mas já intensificou as ações de divulgação dos protocolos de biossegurança à comunidade acadêmica. Além disso, desde o início da pandemia, a Unoeste segue medidas de prevenção amparadas pela Comissão Permanente de Prevenção à Covid-19, composta por profissionais de diversas áreas. Entre elas está a aferição da temperatura corporal e higienização das mãos para acesso aos blocos da universidade.  
Em todos os espaços, o uso de máscara de proteção e o distanciamento interpessoal são obrigatórios. Nas salas de aula e laboratórios, as janelas e portas permanecem abertas para a melhor circulação do ar. Já nos corredores e demais espaços, há dispensers de álcool em gel e orientações gerais em cartazes. Os protocolos e comunicados também estão em todos os canais de comunicação, bem como no site específico: unoeste.br/covid-19. 

Foto: Marketing/Unoeste


Unoeste intensificou as ações de divulgação dos protocolos de biossegurança

SAIBA MAIS

Instituições de ensino superior de Prudente divulgam datas de volta às aulas 

Seduc publica orientações sobre protocolos sanitários no retorno presencial às aulas em PP

Veja também