Irmãos são esfaqueados durante discussão em conveniência 

Segundo vítima e testemunha, motivo da agressão teria sido uma briga de trânsito entre o autor e outro motorista

PRUDENTE - ROBERTO KAWASAKI

Data 26/07/2021
Horário 10:30
Foto: Roberto Kawasaki
Na delegacia, o indiciado confessou o crime e permaneceu preso por tentativa de homicídio
Na delegacia, o indiciado confessou o crime e permaneceu preso por tentativa de homicídio

Na tarde de ontem, dois homens foram esfaqueados durante uma discussão em uma conveniência no Conjunto Habitacional João Domingos Netto, em Presidente Prudente. O indivíduo de 37 anos, autor das facadas, chegou a fugir do local, mas foi detido e confessou as agressões.

O crime ocorreu pouco depois das 17h de domingo. Uma das vítimas prestou depoimento na Polícia Civil, onde relatou o fato. De acordo com o boletim de ocorrência, o homem disse que ele e o irmão foram ao estabelecimento para comprar bebida. Porém, ao estacionar percebeu que o ocupante de uma Ford/Belina discutia com outro homem.

Pelo que percebeu, a discussão ocorreu porque o condutor da Belina, ao dar marcha-ré para deixar o local, chegou a encostar o veículo em outro que estava estacionado, mas não houve dano. Ainda segundo a vítima, o irmão entrou na discussão, sem ter relação alguma com o fato. Em seguida, o motorista da Belina saiu do local, deu meia volta, estacionou novamente e desceu com uma faca na mão.

O desentendimento continuou, e o acusado foi em direção ao irmão do rapaz, e perguntou o por quê de se envolver naquela discussão.  

“Como seu irmão se aproximava demais do indivíduo com a faca, em dado momento, temendo que fosse atingido, se aproximou dele e o puxou, mas concomitantemente o autor desferiu contra o irmão um golpe de faca na região da garganta e o mesmo golpe acabou atingindo o declarante na face e nariz do lado esquerdo”, explica a Polícia Civil. 

“Neste momento se afastou de todos e seu irmão, vendo que o declarante havia sido atingido, novamente investiu contra o autor, momento em que novamente foi atingido com mais dois golpes de faca, um no antebraço direito e o outro na região lateral esquerda. Neste momento seu irmão recuou e a pedido seu saiu correndo para a casa de sua mãe que ficava próxima ao local; que em dado momento, ressalta o declarante, temendo que o autor, após todo esse entrevero, fosse partir em sua direção também, se apossou de um pedaço de pedra, mas logo em seguida o autor deixou o local”, afirma a polícia. 

Mãe tentou impedir

A mãe do autor também estava no local. Ela prestou depoimento e confirmou que realmente houve uma briga de trânsito. De acordo com a testemunha, o rapaz utilizou uma facado tipo peixeira, que pertence a seu marido. Na ocasião, tentou impedir que ele cometesse qualquer ação contra os rapazes, que segundo ela, estavam insultando o filho.

Ainda conforme a polícia, a mulher afirmou que tudo aconteceu “de forma muito rápida”. Após o crime, eles deixaram o local e, segundo ela, o filho a deixou em casa e avisou que “iria sumir, porque fez besteira”.

O homem foi preso logo depois, na Rodovia Arthur Boigues Filho. De acordo com a Polícia Militar, havia sangue nas mãos dele e também no capô do carro. No flagrante, ele relatou ter se envolvido em uma briga, mas negou ter ferido alguém com faca. 

A arma não foi localizada. Na delegacia, o indiciado confessou o crime e permaneceu preso por tentativa de homicídio. Conforme a Polícia Civil, o homem esfaqueado foi internado no HR (Hospital Regional) Doutor Domingos Leonardo Cerávolo, e segundo o irmão, não corre risco de morte.
 

Veja também