Minha neta Isabel

Persio Isaac

CRÔNICA - Persio Isaac

Data 10/04/2022
Horário 06:32

Depois de tomar meu café da manhã, coloquei no YouTube a lírica música “IF”, do grupo musical Bread. Me fez lembrar do nascimento da minha neta Isabel. Era uma manhã bem ensolarada e eu estava no estacionamento do Banco Sicoob dentro do carro escutando essa música. Naquele momento, vieram lembranças da minha juventude de ouro e parecia que o mundo tinha ficado mais poético, com mais imaginação e inocência. 
Minha filha Luiza estava dando a luz a uma menina e o nome Isabel já estava escolhido. Belo nome que tem  origem hebraica, que significa "Pura". Puxa vida vou ser avô de uma menina. Ela com certeza vai ser corintiana seguindo a tradição da família. Confesso que fiquei perdido num turbilhão de pensamentos e emoções. Vou mostrar pra ela Elis Regina, Belchior, Beatles, Tom Jobim, Nina Simone, Led Zepelim e Paula Toller cantando a música “Sonhos”, do compositor Peninha, certeza que ela vai amar. 
Passado mais de três anos, Isabel é uma menina sociável, extrovertida, alegre e de personalidade. Me trouxe  novas ilusões e novos sonhos para sonhar. Me fez sentir que tenho mais uma  pessoa para amar. Quero que ela saiba que estarei sempre ao seu lado, seus risos serão os meus, suas lágrimas serão as minhas e jamais vou deixar o mundo fazer seu trabalho sujo no seu coração. Ser chamado de vovô é uma alegria imensurável. Eu e a Mulher Maravilha nos divertimos dando risadas das aulas dela de ballet e ela cantando “Baby Shark” rebolando e olhando no espelho é demais. 
A minha filha Flavinha diz com muito amor que ela é uma lagartixa kkkk. Quero que saiba que seu avô sempre será um sonhador e quando quiseres espantar a tristeza cante um samba de Paulinho da Viola. O tempo passa muito rápido e você continua tendo luz que sai dos teus olhos iluminando nossos caminhos. És uma estrela que brilha no céu estrelado, um poema na Terra e um tesouro que habita no mar dos nossos  corações. Minha neta amada, você mora em Rondonópolis a mil quilômetros de distância e que esses versos da canção “IF”,  que escutei dentro do carro quando você nasceu, seja sempre a nossa música: 
"Se um homem pudesse estar em dois lugares ao mesmo tempo
Eu estaria com você
Hoje e amanhã, completamente ao seu lado
E se o mundo fosse parar de girar rodando lentamente até morrer
Eu ficaria no final com você
E quando o mundo acabar
Aí uma por uma, as estrelas se apagariam
E simplesmente voaríamos para longe, eu estarei com você...”.


 

Veja também