Mudança de horário

José Vicente

COLUNA - José Vicente

Data 15/12/2021
Horário 21:23

A Lotérica de Indiana alterou seu horário de atendimento, passando a atender mais cedo. Assim sendo, o atendimento agora passa a ser a partir das 8h30, diariamente, e encerramento às 18h. A população aprovou, pois ganhou meia hora de atendimento, o que beneficia a quem precisa desenvolver atividades através da casa lotérica. Aos sábados também abre às 8h30, oferecendo um tempo maior para aqueles que dependem desse serviço, já que Indiana não tem agência da Caixa Econômica Federal.

ESTUDANTE REGENTENSE
O estudante regentense Renan José Lima dos Santos, 15 anos, matriculado no primeiro ano do ensino médio do Escola Estadual Ivo Liboni, venceu o concurso de redação do Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social). Filho de Reginaldo Bezerra dos Santos e Cristiane Pereira Lima, Renan desde pequeno já escrevia e chegou a redigir um livro. Também gosta de escrever poesias e elaborar frases filosóficas. O concurso promovido pelo Creas tinha como objetivo exaltar o dia internacional para eliminação à violência contra a mulher.

FALTA ESTACIONAMENTO
Situação complicada para motoristas da região que conduzem pacientes para o HR (Hospital Regional) Doutor Domingos Leonardo Cerávolo de Presidente Prudente, pois não há mais espaço para estacionar esses veículos que necessitam aguardar o atendimento de centenas de pessoas diariamente. Em todo o entorno do Hospital Regional, incluindo ambulatório, AME (Ambulatório Médico de Especialidades) e laboratórios não há mais como improvisar vagas e, principalmente, veículos particulares que precisam ficar horas a fio esperando o atendimento. Não há também nenhuma saída para escoamento dessa quantidade imensa de veículos, que todos os dias lotam aquele local, que, além dos carros particulares, incluem-se as ambulâncias e micro-ônibus das prefeituras da região. Em frente ao AME existe uma única barraca de lanches, onde o cafezinho servido em copo plástico custa R$ 2,50, um absurdo.

FUGINDO DO PEDÁGIO
Desde que o pedágio de Indiana foi implantado verificou-se uma fuga de veículos para a estrada rural do Chora-Chora, o antigo caminho que liga as duas cidades. Acontece que a estrada é péssima, cheia de buracos, e com algumas chuvas surgem as lagoas que, por vários dias, tornam-se transtornos para o tráfego bastante precário. Uma saída seria a melhoria dessa estrada num trabalho constante das prefeituras de Martinópolis e Indiana, para facilitar aos motoristas que fogem do pedágio para economizar uns trocadinhos, pois quem usa o pedágio ida e volta com automóvel gasta R$ 10,40. Sem contar que a estrada passou a ser perigosa, com o aumento repentino de veículos de todo porte diariamente.

NOVA FEIRA LIVRE
Uma inovação que deu certo e foi aprovada pela população indianense, desde o dia 7 de dezembro, a feira livre de nossa cidade conta com muitas atividades, incluindo artesanato e deliciosos pratos da cozinha brasileira. Ontem, em sua segunda edição, não foi diferente, e o sucesso se repetiu, atraindo centenas de pessoas. Ao que tudo indica, a cada terça-feira, a Praça da Matriz deverá estar recheada de novidades, e o objetivo é fazer com que novos feirantes participem, fazendo com que o evento não fique restrito à venda de verduras e legumes. 

ESTIAGEM CASTIGA
A falta de chuvas continua castigando a região, principalmente agricultores e criadores que sofrem com a estiagem prolongada. Dezenas de pequenas represas secaram, prejudicando os proprietários que estão com dificuldades para dar água aos seus animais, além das pastagens bastante sacrificadas e secas sem condições para alimentar o gado. Alguns sitiantes possuem poços com bombas elétricas, mas não são suficientes para suprir a falta de chuvas que há meses vem agravando a situação. 

AJUDA NECESSÁRIA
Conversando com um desses sitiantes, ele reclamou que com a estiagem sua represa secou completamente, mas existe a possibilidade de recuperação, porém, precisaria do trabalho de uma máquina para reabrir a mina que está completamente soterrada. Ocorre que essas máquinas pertencem a empresas particulares, o que dificulta aos proprietários, pelo valor do aluguel, pois, às vezes, são várias horas de trabalho. Como o poder público tem máquinas, seria de bom alvitre que as prefeituras oferecessem esse trabalho, cedendo as máquinas gratuitamente ou em troca do combustível, viabilizando a recuperação das represas. 

NOVA ONDA DE GRIPE
Nos últimos dias, várias pessoas de Indiana foram acometidas por uma gripe forte, daquelas chamadas de seca, por ser alérgica, mas que ataca as pessoas afastando-as do trabalho. Dezenas de indianenses procuraram as farmácias e o posto de saúde para serem atendidas, e, segundo os médicos, essa onda de gripe alérgica é provocada pelo uso de ventiladores e ar-condicionado, já que o calor insuportável de nossa região obriga a população a fazer uso desses aparelhos.

RECUPERAÇÃO E MELHORIAS
Finalmente, o governo do Estado de São Paulo anunciou a recuperação e melhorias da estrada vicinal de ligação (PSP-476) Presidente Prudente/Regente Feijó, extensão de 10,7 km denominada Prefeito Fouad Makari. Investimento total de R$ 6.989.923,43, sendo que o início da obra estava previsto para 11 de novembro de 2021 e o prazo de quatro meses para entrega, portanto, já está com atraso. Segundo informações do DER (Departamento de Estrada de Rodagem), a movimentação dos trabalhos deve começar já nos próximos dias, com término previsto para abril de 2022.

EM TEMPO
Posso não ter chegado até onde eu queria, mas sei que já estou mais perto do que ontem.

Veja também