Não negligencie a sua saúde!

EDITORIAL - DA REDAÇÃO

Data 29/04/2021
Horário 03:39

Desde o início da pandemia, há mais de um ano, é compreensível que todas as atenções estejam voltadas à prevenção ao contágio da Covid-19. Todo mundo já sabe de cor e salteado todos os protocolos sanitários que devem ser adotados repetidamente, como uso do álcool em gel, de máscaras faciais, distanciamento e, se possível, isolamento social, além, é claro, do básico água e sabão. Contudo, o novo – não tão novo assim – coronavírus não exterminou as demais doenças, como a dengue, por exemplo. 
Portanto, todos os cuidados contra a proliferação do Aedes aegypti precisam ser tomados, afinal, com as unidades de saúde já lotadas em decorrência dos pacientes com Covid-19, tudo o que não queremos é que mais doentes tenham de recorrer a cuidados médicos. Ontem este diário noticiou outro dado preocupante: Presidente Prudente confirmou mais 53 casos de LVC (leishmaniose visceral canina), fazendo com que o município some 58 registros da doença somente neste ano. Muito embora estejamos em plena pandemia, é de extrema importância que os tutores de animais prezem por sua saúde, afinal, eles dependem de nossos cuidados.
Há ainda em curso a campanha de vacinação contra a influenza, que segue com baixa adesão. Sabemos da necessidade de evitar sair pelas ruas, contudo, há situações e situações. É preciso ter discernimento, e entender quando é que vale a pena se expor. Com certeza, se imunizar é um desses casos. Principalmente no caso dos bebês e crianças, que dependem, exclusivamente, da consciência e boa vontade dos pais para manter a caderneta de vacinação em dia. 
A Covid-19 continua a solta, fazendo inúmeras vítimas. Contudo, é preciso manter as outras doenças afastadas ou sob controle. Não deixe de fazer os exames médicos necessários. Não negligencie a sua saúde, tapando um problema, mas escancarando outro. Reflita quando vale a pena sair de casa, claro, sempre colocando em prática todos os protocolos sanitários necessários. Lembre-se: não é só a Covid-19 que mata!

Veja também