"No Gogó do Paulinho” chega a PP e região

Com seu jeito único de se expressar, personagem de “A Praça É Nossa" compartilha em show as conquistas e derrotas do seu cotidiano

VARIEDADES - Oslaine Silva

Data 11/11/2015
Horário 06:53
 

É hoje! público prudentino pode se preparar para rir muito com Paulinho Gogó, um dos mais divertidos personagens da televisão brasileira. Mauricio Manfrini traz seu stand up comedy "No Gogó do Paulinho", de "A Praça É Nossa" (SBT),  para o Teatro Paulo Roberto Lisboa, do Centro Cultural Matarazzo, nesta quarta-feira. A primeira sessão esgotou, então terá a segunda, às 22h. Os convites - à venda nas Óticas Diniz e Freebrand - do primeiro lote custam R$ 50 e o segundo R$ 60, ambos valores antecipados e meia-entrada.

Lembrando que na sexta-feira, o humorista estará em Osvaldo Cruz, às 20h, no Teatro Cine São José e, no sábado, em Dracena, no Teatro Municipal Maestro Aécio de Feo Flora, no mesmo horário.

Com seu jeito único de se expressar, Maurício - que vem à cidade pela primeira vez - garante ao público de Prudente e região que se divertirão muito em seu show, há cinco anos em cartaz por todo o Brasil e lá fora. No início do ano, foi mostrado nos Estados Unidos, com três apresentações em Boston; em outubro, fez oito no Japão; e na semana que vem, será levado para Nova Iorque, Orlando e Boston novamente.

"Às vezes penso em fazer um show novo, mas quero primeiro levar ‘No Gogó do Paulinho’ para muitos lugares que ainda não o apresentei, como ai na região. Sempre crio expectativas positivas em cada lugar que vou e espero ver esses três teatros lotados e principalmente ser recebido com muito carinho e retribuir no palco", expõe.

 

O personagem


Paulinho Gogó é um contador de histórias, morador do bairro da "Venda Velha", que tem um jeito bastante peculiar de falar, cheio de gírias e troca de sílabas, que ele mesmo chama de "fatos venéreos", o que o faz ganhar a atenção de quem o ouve. "Como diz o personagem: ‘Quem não tem dinheiro conta história!’ É muito gratificante ter conseguido me estabelecer, chegar nos lugares ver o teatro lotado, as pessoas querendo tirar fotos, pedindo autógrafos... Isso é sinal de que tenho conseguido chegar ao público de forma agradável, positiva", ressalta o humorista.

E completa: "Não me considero referência no humor, mas me sinto envaidecido e feliz de chegar na casa das pessoas de forma divertida. Isso é muito importante para mim".

 

Trajetória


De acordo com Maurício, o dom da arte de fazer rir, presente em sua personalidade, foi percebida ainda nos tempos de escola, quando com suas piadas e brincadeiras tirava risos até dos colegas mais sérios e calados da turma. Isso foi crescendo e em 1993 ele estreou no elenco do espetáculo infantil "A Bruxinha que era boa", de Maria Clara Machado, a porta para outros vários sendo responsável, inclusive, pela composição das trilhas sonoras incidentais, aquelas de suspenses, aventura, terror, românticas.

"Os espetáculos infantis foram de fato o meu início mesmo. E se tem um público que é verdadeiro é o infantil. As crianças são totalmente sinceras, se elas não gosta de você fala na cara. Diferente do adulto que mesmo não gostando, tenta maquiar um pouco te parabeniza. Fiz trilhas para ‘Chiquititas’, ‘Carrossel’, e agora ‘Cúmplices de um resgate", todas do SBT. Hoje direciono meu trabalho mais para um público adulto e mesmo assim tenho um carinho muito grande das crianças que adoram o Paulinho Gogó", comemora.

Depois de seu início, em 1995, Manfrini iniciou a carreira de rádio-ator na Super Rádio Tupi do Rio de Janeiro participando do programa "Patrulha da Cidade". E foi na "Patrulha" que o humorista criou seu personagem de maior sucesso, o Paulinho Gogó. O trabalho no rádio fez com que o ator fosse convidado para fazer dublagens para desenhos norte-americanos como "Os Simpsons" e para os seriados "Chicago Hope" e "Arquivo X".

 

Aprendizado e sucesso


Em 99, Maurício foi fazer o programa "Na Boca Do Povo" na Rede CNT apresentado por Wagner Montes e em 2002, quando foi chamado pelo então redator da TV Globo, Eduardo Sidney (in memorian), para participar dos testes para o elenco da "Escolinha do professor Raimundo".

"Atuar na ‘Escolinha do professor Raimundo’ foi uma faculdade que fiz. Foi durante um ano, na última edição. Tive o prazer de ter contato só com feras que me ensinaram muito como o próprio Chico Anysio, Nerso da Capitinga , Fafi Siqueira, Tom Cavalcante, Rogério Cardoso, Lúcio Mauro. Foi um grande aprendizado!", exclama.

Com o fim do programa, Paulinho Gogó foi convidado para fazer parte do programa "A Praça É Nossa", do SBT, onde está desde 2004. "Nossa! Na praça tive a honra de dividir e pedir conselho nos camarins para Ronald Golias , Canarinho, Moacir Franco, que é um camarada de talento inexplicável, Solo Laranjeiras, o deputado João Plenário, entre outros. Estar no banco da praça ao lado do ‘Cazalbé’ toda semana é uma bênção, um prêmio de Deus!", salienta.

Além dos trabalhos em rádio e televisão, Maurício realiza também shows em eventos empresariais em diversas regiões do país.

Veja também