Oportunidades

OPINIÃO - Walter Roque Gonçalves

Data 03/04/2021
Horário 04:30

Esta crise econômica gerada pela pandemia que tirou a vida de mais de 325 mil brasileiros gerou um profundo sentimento de pesar. Quando se olha para o futuro incerto e todos os desafios que a economia enfrentará para reduzir a massa de desempregados e alentados que hoje somam mais de 20 milhões de pessoas, a sensação é de impotência. Contudo, é preciso olhar adiante e ter a certeza de que as crises sempre passam e existem oportunidades, afinal o dinheiro continua circulando, mesmo que em volume menor!
Um dos efeitos das crises é favorecer alguns setores em detrimento de outros. Por exemplo, as churrascarias não têm como vender carne assada no carvão por delivery. Os outros restaurantes enfrentam grandes dificuldades para pagar as contas exclusivamente com as entregas. Desta forma, restaurantes tradicionais, com décadas de existência, estão fechando suas portas. Outras áreas como o transporte escolar foram impactadas duramente, tendo em vista que sem as aulas a demanda por estes serviços acaba. Os veículos são adaptados para atividade e não podem ser utilizados para outros fins. 
Enquanto alguns setores sofrem, outros estão comemorando os resultados. Segundo o diretor comercial Felipe Crull, “o Ifood registra crescimento de 90% em 2020”, e da mesma forma acontece com outros aplicativos de entrega. No mesmo movimento as lojas de materiais de construção prosperaram ao se alinharem ao movimento “home centric”, onde as pessoas fazem tudo em casa! As vendas por e-commerce, segundo o CEO da Telhanorte, Juliano Ohta, triplicaram o faturamento nesta fase. “O crescimento do faturamento total da Telhanorte alcançou dois dígitos em 2020 comparado com 2019", relata o CEO.
Outro setor em destaque é o de ciclismo que, alinhado com as necessidades das pessoas se exercitarem em locais abertos e sem aglomeração, elevou as vendas de bicicletas em mais de 50%. As crises econômicas trazem dificuldades, mas também oportunidades. É preciso ficar atento porque muitas delas surgem agora e outras virão em breve quando a pandemia passar: por exemplo, a demanda hoje reprimida para os restaurantes será estimulada quando as pessoas voltarem a circular normalmente e com isto empreendedores mais atentos poderão se lançar a novos negócios na área. Portanto, fique atento às oportunidades!
 

Veja também